Albert Lehninger

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Albert Lester Lehninger
Bioquímica
Nascimento 17 de Fevereiro de 1917
Local Bridgeport, Connecticut, EUA
Morte 4 de Março de 1986
Atividade
Campo(s) Bioquímica
Instituições Universidade de Wisconsin-Madison
Universidade de Chicago
Universidade Johns Hopkins

Albert Lester Lehninger (Bridgeport, Connecticut, 17 de Fevereiro de 19174 de Março de 1986) foi um bioquímico dos Estados Unidos da América, pioneiro no campo de estudos de bioenergética. Escreveu livros clássicos na área da Bioquímica, nomeadamente Biochemistry, The Mitochondrion, Bioenergetics e Biochemistry,[1] [2] este último utilizado como manual de introdução à Bioquímica a nível universitário. Lehninger fez contribuições importantes para a compreensão do metabolismo ao nível molecular. Junto com Eugene Kennedy, descobriu em 1950 que as mitocôndrias são o local onde se processa a fosforilação oxidativa em eucariontes.[2]

Biografia[editar | editar código-fonte]

Lehninger estudou na Universidade Wesleyana entre 1935 e 1939, continuando os estudos para obtenção da graduação em 1940 e doutoramento em 1942 na Universidade de Wisconsin-Madison,[1] com uma dissertação sobre o metabolismo das gorduras.[2]

Após o doutoramento, deteve diversos cargos na Universidade de Wisconsin-Madison e na Universidade de Chicago. Em 1952, Lehninger ocupou o cargo de professor do Departamento de Química Fisiológica na Escola de Medicina da Universidade Johns Hopkins, que manteve durante 25 anos.[2]

Pertenceu aos quadros editoriais de diversas publicações científicas, como o Journal of Biological Chemistry e o Journal of Membrane Biology, e a associações como a Academia Nacional de Ciências dos Estados Unidos.[2]

Faleceu em 1986 após complicações ligadas à asma.

Principais descobertas[editar | editar código-fonte]

Em 1945, Lehninger estabeleceu a existência de uma ligação entre o ciclo dos ácidos tricarboxílicos e o catabolismo de ácidos graxos na célula.[2] Durante os anos seguintes, e graças à melhoria nos processos de separação de componentes celulares por centrifugação, Lehninger conseguiu atribuir uma localização intracelular a cada um dos processos metabólicos mais importantes..[2] Junto com Morris Friedkin mostrou a existência de ligação entre diversas vias metabólicas pela coenzima NADH[3] e o papel do NADH como fonte de elétrons na redução do oxigênio molecular na respiração celular.[4]

Referências

  1. a b The Albert L. Lehninger Collection (em Inglês). Página visitada em 8 de Março de 2008.
  2. a b c d e f g Albert Lester Lehninger in the New Dictionary of Scientific Biography (em Inglês). Página visitada em 8 de Março de 2008.
  3. Friedkin M, Lehninger AL.. (1949). "Esterification of inorganic phosphate coupled to electron transport between dihydrodiphosphopyridine nucleotide and oxygen". J. Biol. Chem. 178 (2): 611–623.
  4. Lane, M. D., Talalay, P.. (1986). "Albert Lester Lehninger". Journal of Membrane Biology 91 (3): 193–197.