Albert Londe

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Albert Londe (1858-1917) foi um fotógrafo e cientista francês especializado na área médica. É lembrado por seu trabalho como fotógrafo médico no hospital de Salpêtrière em Paris, bem como por ter sido um pioneiro na Fotografia de Raio X.

Em 1878 o neurologista Jean-Martin Charcot (que foi professor de alunos como Sigmund Freud, por exemplo) contratou Londe como um fotógrafo médico no Salpêtrière.

Em 1882 Londe desenvolveu um sistema para fotografar os movimentos físico e muscular dos pacientes, incluindo aqueles provocados por ataques epilépticos. Realiza este tendo uma câmera com nove lentes que eram acionadas por energia eletromagnética, juntamente com o uso de um metrônomo, que tem a capacidade de cronometrar sequencialmente a liberação dos obturadores. Esta configuração realizada em uma sucessão rápida gerava fotos em uma placa de vidro. Alguns anos mais tarde Londe desenvolveu uma câmera com então doze lentes para fotografar o mesmo movimento.

Juntamente com Étienne-Jules Marey (1830-1904), Londe executou diversas experiências fotográficas em relação ao movimento, enquanto que a disposição de seu laboratório no Salpêtrière era similar a renomada Station Physiologique de Marey.

Publicações[editar | editar código-fonte]

  • Em 1893 Londe publicou o primeiro livro na área de fotografia médica, intitulada La photographie médicale: Application aux sciences médicales et physiologiques.
  • Em 1898 publicou Traité pratique de radiographie et de radioscope: technique et applications médicales.

Referências[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Albert Londe