Albert Wesker

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Merge-arrows 2.svg
Foi proposta a fusão deste artigo ou se(c)ção com Wesker. Por favor crie o espaço de discussão sobre essa fusão e justifique o motivo aqui; não é necessário criar o espaço em ambas as páginas, crie-o somente uma vez. Perceba que para casos antigos é provável que já haja uma discussão acontecendo na página de discussão de um dos artigos. Verifique ambas (1, 2) e não se esqueça de levar toda a discussão quando levar o caso para a central.
Editor, considere adicionar mês e ano na marcação. Isso pode ser feito automaticamente, com {{Fusão|1=Wesker|2=Alebert Wesker|{{subst:DATA}}}}.
Albert James Wesker
Albert Wesker RE5.JPG

Albert Wesker em Resident Evil 5
Série de jogos Resident Evil
Primeiro jogo Resident Evil (jogo eletrônico)
Dublador em inglês Richard Waugh (RECVX/RE0/RE4) - Peter Jessop (Re Remake) - DC Douglas (RETUC/RE5/RETDC)
Ator de captura de movimentos Ken Lally
Informações pessoais
Sexo Masculino
Aniversário 25 de julho de 1960
Afiliação TriCell(Umbrella)
Habilidade especial Força sobre-humana (equivalente a força de dez homens), velocidade e agilidade incalculáveis, resistência sobre-humana, regeneração celular e imortalidade. Combatente especializado.
Arma Variadas, geralmente pistolas e rifles.
Estilo(s) de luta Artes marciais

Albert Wesker é um personagem fictício da série de jogos de survival horror, Resident Evil, atuando como o principal antagonista. Surgiu logo no primeiro jogo da franquia, e é um dos personagens mais recorrentes, aparecendo em Resident Evil Zero, Resident Evil CODE: Veronica, Resident Evil 4, Resident Evil 5, Resident Evil: The Umbrella Chronicles e Resident Evil: The Darkside Chronicles. Albert Wesker está, ao lado de Chris Redfield, em Marvel vs. Capcom 3: Fate of Two Worlds, representando Resident Evil.

História[editar | editar código-fonte]

Albert Wesker quando era criança sempre teve altas notas em trabalhos de Biologia, sempre com seu estilo misterioso, Wesker logo abandonou a carreira de cientista e seguiu na polícia de Los Angeles. Seu talento era muito alto, então decidiu se mudar para uma cidade chamada Raccoon City. Líder do Alpha Team, Wesker se mostra autoritário diante de seus companheiros de equipe. Por ser um dos principais responsáveis pela construção de uma sede dos S.T.A.R.S. em Raccoon, ele acabou sendo promovido pelo Brian Irons para esse cargo, tão invejado pelos outros membros das equipes. Mas nem sua personalidade forte, nem seu espírito aventureiro farão com que o tempo mostre o seu outro lado. Por trás dessa imagem de "bom rapaz", Wesker esconde um grande segredo, capaz de mudar a vida dos S.T.A.R.S. para sempre.

Vida profissional[editar | editar código-fonte]

Albert Wesker, um renomado pesquisador, se juntou a Umbrella Corporation ainda muito jovem, aos seus 17 anos, e sua inteligência, arrogância e sede por poder sempre chamavam a atenção de Ozwell Spencer. Em sua carreira como empregado da Umbrella, Wesker se tornou um grande amigo de William Birkin, outro cientista. Ambos, no ano de 1977, foram aceitos no Centro de Treinamentos em Arklay, trabalhando ao lado de James Marcus. Um ano depois, devido um acidente biológico no local, Wesker e Birkin foram trasferidos para o Centro de Pesquisas em Arklay, abaixo de uma imensa mansão situada na floresta de Arklay, arredores de Raccoon City, estudando os efeitos de vírus, usando uma cobaia experimental, Lisa Trevor, uma garotinha que se reverteu a um grotesco monstro devido a ação de diversos vírus em seu corpo. Porém, Marcus não abadonou o centro de treinamentos, e prosseguiu com suas pesquisas envolvendo o T-Vírus e sanguessugas, o que causou certos problemas a Spencer. Enquanto isso, Wesker trabalhava em uma B.O.W.(Arma Bio-Orgânica) de guerra denominada Tyrant. Em 1988, Spencer enviou Wesker e Birkin para assassinar James Marcus e roubar suas criações. Nos anos noventa, Wesker se juntou a uma espécie de pessoal de inteligência da Umbrella.

Em 1996, durante a criação de uma unidade tática da polícia de Raccoon chamada S.T.A.R.S., Wesker foi posto pela Umbrella no cargo de líder de um dos grupos dessa unidade. Wesker deveria agir como um simples policial e passar quaisquer investigação policial para a Umbrella. Em 1998, Quando ocorre um acidente viral no Centro de Treinamento em Arklay, várias bio-armas são soltas e começam a fazer vítimas nas florestas da cidade, causando um grande medo na população. Wesker envia a equipe Bravo do S.T.A.R.S. para averiguar a situação. Porém, o helicóptero do grupo desaparece misteriosamente em meio as florestas.

Resident Evil Zero[editar | editar código-fonte]

Wesker recebeu então uma nova missão: Despachar todo o restante dos membros do S.T.A.R.S. para o Laboratório Arklay para testar o desempenho de cada arma biológica orgânica. Depois disso, Wesker deveria levar os relatório de combate para a Umbrella e ainda assegurar a destruição do laboratório. Mas antes, Wesker e Birkin foram enviados para reviralizar o antigo Centro de Treinamentos, onde há relatos de aparições do finado James Marcus no local. Porém, o lugar já estava em ruínas e Wesker fora obrigado a destruir o local, alegando que já era o começo do fim para a Umbrella. Era aí que Wesker começava seus próprios planos contra a empresa. Quando deixava o Centro de Treinamentos, Wesker foi confrontado por Sergei Vladimir, um official da Umbrella, que veio puní-lo pela sua missão falha ao destruir o Centro de Treinamentos. Wesker porém, consegue escapar e segue para colocar sua próxima missão em prática. Wesker envia seu braço direito que acaba sabotando o helicóptero da equipe dos S.T.A.R.S. e assim a queda do helicóptero na floresta das montanhas Arklay.

Resident Evil[editar | editar código-fonte]

Wesker então liderou a equipe Alpha do S.T.A.R.S. em uma missão de resgate a equipe Bravo, levando-os até a mansão. No local, Wesker desaparece e deixa seus subordinados sozinhos. Vários S.T.A.R.S. morrem brutalmente nas investidas das criaturas que foram soltas por lá, deixando poucos sobreviventes(Chris Redfield, Jill Valentine, Barry Burton, Enrico Marini e Rebecca Chambers). Para maior chance de sucesso em sua missão, Wesker sabia que devia manipular um deles para ajudá-lo, e escolheu Barry. Para tanto, Wesker ameaçou a família de Barry caso o policial não o ajudasse, obrigando Barry a trair seus companheiros de equipe. Enrico foi morto por Wesker, pois o policial sabia que havia um traidor na equipe. Após Chris e Jill descobrirem a passagem que leva aos laboratórios subterrâneos, foram alertados sobre a farsa de Wesker e decidiram destruir o projeto Tyrant e todo o laboratório. Na tumba do Tyrant, Wesker injetou em si mesmo um vírus experimental concedido através de William Birkin antes da missão. Birkin afirmava que o vírus ampliava as capacidades físicas do hospedeiro, como a força e velocidade. Mas para ativar o vírus, Wesker deveria ser morto e deixar o vírus reanimar seu novo e poderoso corpo. Quando o S.T.A.R.S. chegaram ao laboratório do Tyrant, Wesker libertou o monstro e o deixou atacá-lo, matando-o. Mais tarde, como na teoria, Wesker foi reanimado. Os movimentos especiais que este usa graças ao vírus em seu corpo, permitem que se locomova com uma velocidade inigualável e sua força é dez vezes maior do que a de um humano comum, essa agilidade e força sobre-humana fica evidente em Resident Evil 5. Porém ele não tinha tempo para usufruir de suas novas habilidades já que os S.T.A.R.S. haviam escapado do Tyrant e acionado o sistema de auto-destruição do local. Wesker então começou seu grande plano contra a Umbrella, tentando roubar todas as informações da empresa para fins próprios. Porém, a inteligência artificial da Umbrella, conhecida como Red Queen bloqueou o acesso de Wesker aos computadores, o que enfureceu o rapaz. Ele então jurou vingança a Chris, Jill e Sergei por cruzarem seu caminho e ofuscado sua missão. Usando seus novos poderes, Wesker dirigiu-se a mansão para escapar da explosão, mas antes travando um embate com Lisa Trevor no Hall da mansão. Após uma grande luta, Wesker atira no imenso lustre suspenso no teto, que cai e esmaga Lisa, dando tempo para Wesker escapar antes da explosão ocorrer. Ele então caminha sozinho pelas florestas pensando no que fazer. Após o incidente da mansão, com os S.T.A.R.S. e a Umbrella achando que ele estava morto, Albert Wesker vendeu a uma empresa rival da Umbrella os dados das B.O.W.s que coletou durante a missão, ganhando um alto cargo nessa organização.

Durante a infecção em Raccoon City, que afetou a maioria dos habitantes, tornando-os "zumbis", Wesker contratou uma espiã chamada Ada Wong e a enviou a cidade para recuperar uma amostra do G-vírus, desenvolvido pelo seu velho companheiro William Birkin. Ada é bem sucedida na missão, e entrega a amostra do G a Wesker, que ganhou mais respeito dentro de sua organização.

Resident Evil CODE: Veronica X[editar | editar código-fonte]

Três meses depois de Raccoon ser destruída completamente por um míssil nuclear lançado pelo governo, Wesker colocou em prática um ataque terrorista a ilha Rockfort, que pertencia a Umbrella. Wesker liderou seus soldados da H.C.F.(Host/Hive Capture Force) com a missão de localizar Alexia Ashford. A razão da captura de Alexia era que, o corpo da ex-pesquisadora da Umbrella possuia o único exemplar do T-Veronica Vírus, um dos mais poderosos vírus já descobertos. O ataque causou um vazamento do T-vírus que se alastrou por toda a ilha. Durante sua missão, Wesker soube da presença de Chris Redfield, um dos poucos sobreviventes do incidente da mansão, que estava na ilha em busca de sua irmã Claire Redfield, que havia sido capturada. Ele aproveitou essa chance para se vingar de Chris por causar a falha em sua missão. Os dois se encontram pela primeira vez desde Raccoon City, causando uma grande surpresa à Chris, que já prova da grande força bruta de Wesker. O vilão foge, deixando Chris completamente confuso.

Quando Chris descobre que Claire foi emboscada em uma outra base da Umbrella no Ártico, o rapaz segue o rastro da irmã e é seguido por Wesker. Alexia havia sido solta na base, usando os poderes concebidos pelo T-Verônica para tentar destruir os irmãos Redfield e Wesker. Quando Chris encontra sua irmã e ativa o sistema de auto-destruição da base, ele é confrontado pela última vez por Alexia, que usa força total contra Chris. O ex-S.T.A.R.S. é bem sucedido ao destruir Alexia, mas se apavora ao ver Claire sendo refém de Wesker. Chris afirma que Claire não tinha nada a ver com tudo aquilo, e Wesker a liberta. Chris então enfrenta em uma violenta luta seu antigo chefe de polícia. Wesker abusa de sua força contra Chris, quase matando-o. Chris porém consegue nocauteá-lo e fugir, deixando Wesker, que prometia uma futura revanche, onde Chris não teria chance alguma de vitória. Os irmãos Redfield escapam antes da base ser destruida, assim como Wesker, que não saiu perdendo pela morte de Alexia. Ele levou o corpo de Steve Burnside, um último hospedeiro do T-Veronica.

Resident Evil: The Darkside Chronicles[editar | editar código-fonte]

Em 2002, Wesker forneceu, em troca de uma fortuna em dinheiro, forneceu suplimentos do T-Veronica, a um traficante Sul Americano chamado Javier Hidalgo, que alegava estar usando o vírus para tentar salvar a vida de sua filha, Manuela.

Resident Evil: The Umbrella Chronicles[editar | editar código-fonte]

Fevereiro de 2003. Wesker se infiltrava em uma base Russa da Umbrella Corporation para um último ataque contra a empresa. Paralelamente, Chris Redfield e Jill Valentine cumpriam uma missão contra a empresa no mesmo local. Em sua jornada na grande base, ele encontrou-se com seu rival Sergei Vladimir. Sergei também mostrou hospedeiro de algum tipo de vírus que causou uma severa mutação em seu corpo. O monstro Sergei então trava uma última batalha com Wesker, ao mesmo tempo que Chris e Jill confrontavam uma arma suprema da Umbrella controlada pela Red Queen, T-A.L.O.S. Wesker consegue matar Sergei e se dirige ao computador central da base e extrai todas as informações de lá, apagando tudo logo depois. Ao escapar da empresa, Wesker usou seus contatos para expor toda a farsa da Umbrella, causando o fechamento permanente da poderosa empresa. Com todos os arquivos da velha Umbrella em mãos, Wesker ainda queria mais, então iniciou uma caçada ao criador da Umbrella, Ozwell E.Spencer. Albert Wesker usou todos os seus dados da Umbrella para enriquecer uma outra empresa, a TriCell Farmaceutica, em troca de recursos que o ajudariam em seus objetivos pessoais. Wesker aliou-se a Excella Gionne, uma importante representante da empresa.

Resident Evil 4[editar | editar código-fonte]

Depois de enfrentar problemas com seus superiores, Wesker monta sua própria organização. Ao seu lado, a poderosa TriCell. Sua nova meta é derrubar todas as outras empresas rivais à antiga Umbrella, vender os diversos tipos de vírus existentes e usar o dinheiro para financiar sua nova organização.

Wesker começa a despertar interesse no Las Plagas, um tipo de fóssil mutangênico descoberto em escavações nas áreas minadas de um vilarejo Espanhol. Wesker então enviou sua agente Ada Wong e o mercenário Jack Krauser para recuperar a Plaga. Os dois porém, tem conflitos de confiança. Outro problema para Wesker era o agente governamental Leon S.Kennedy, que estava no local em missão de resgate e estava confrontando os hospedeiros da Plaga. No final, Ada conseguiu roubar alguns frascos com o La Plaga e escapar. Ada, porém, enviou amostras falsas a Wesker, provando que a agente trabalhava também para outra organização. A TriCell decidiu usar a falsa Plaga.

Resident Evil 5[editar | editar código-fonte]

Em 2006, Albert Wesker consegue finalmente encontrar o velho Spencer, que estava escondido em um palácio na Europa. O vilão decide encontrá-lo para por fim a suas dúvidas sobre as reais motivações de Spencer, quando usou a Umbrella para forrar seus verdadeiros planos. Ao chegar na sala de Spencer, o velho e debilitado homem parecia estar a espera de Wesker, o que confundiu ainda mais o poderoso homem. Spencer então começava uma longa conversa com Wesker, onde revelou tudo. Durante a longa conversa, Spencer revelou que a Umbrella não passava do primeiro passo de um grande plano de dominação mundial, e que Wesker era meramente um projeto para que esse plano tornasse realidade. Spencer criou Wesker. Albert era um de poucos humanos selecionados por Spencer que receberam o sobrenome "Wesker". Esses humanos cresceriam ao lado de Spencer e receberiam o vírus experimental(o mesmo no corpo de Wesker). Spencer assim teria um novo conceito de super humanos. Albert Wesker era o único desses humanos a sobreviver ao processo (apesar de mais tarde ser revelado que há outro ainda vivo, Alex Wesker.) Wesker, ao saber de toda a verdade, matou brutalmente o velho e fraco homem, afirmando que ele sim era capaz de ser um verdadeiro deus. A ambição de Spencer pairou sobre Wesker, que teve uma nova visão sobre os humanos. A sorte também parecia estar ao lado do vilão, quando ele foi surpriendido por seus grandes inimigos, Chris Redfield e Jill Valentine no local. Eles estavam em missão a mando da BSAA para localizar Spencer. Wesker então trava uma luta contra os dois agentes, onde leva grande vantagem no combate usando sua força bruta e velocidade sobre-humana. Quando Wesker estava prestes a matar Chris, Jill, em um momento desesperado, se agarra à Wesker e se joga da janela do palácio, e ambos despencam do precipício rumo ao mar agitado. A cena causou grande comoção a Chris, que iniciou uma busca por Jill, mas nada foi encontrado em 3 meses, então a agente foi declarada morta. A queda, porém, não matou Jill, tampouco Wesker, que sequestrou a moça para usá-la como cobaia em suas pesquisas. Escondido nas sombras mais uma vez, Wesker analisou o corpo de Jill e descobriu que ela havia desenvolvido anticorpos especiais contra o T-vírus durante a infecção em Raccoon City, e a manteve viva em sono criogênico para extrair esses anticorpos. Wesker iniciou também o desenvolvimento do vírus Uroboros, descoberto a partir da flor Progenitora, que também deu origem ao T-vírus. O Plano Uroboros consistia em Wesker liberar esse poderoso vírus no planeta inteiro, infectando todas as pessoas, tornando-os seres mais evoluídos para serem parte da nova utopia de Wesker, que viraria um verdadeiro Deus para esses seres. O vírus, porém, era devastador quando administrado em humanos e Wesker levou tempo para aperfeiçoar o Uroboros e torna-lo menos venenoso. Para isso, ele usou Jill. Ele ainda descobriu o P30, um tipo de derivado químico que, uma vez aplicado em um hospedeiro, aumentaria seu desempenho no combate, tornando-o um super soldado, além de também ser possível controlar totalmente o hospedeiro. Wesker então administrou no tórax de Jill um mecanismo que injetava o P30 nela, deixando-a totalmente sob controle do vilão. Wesker ganhou mais uma poderosa aliada.

Em Março de 2009, Wesker e Excella Gionne davam os últimos passos para conclusão do Plano Uroboros no Centro de Pesquisas da TriCell na África. Após a morte de seu financiador, Ricardo Irving, Wesker foi alertado da presença de Chris Redfield no local. Depois de muitas armadilhas para apagar Chris de seu caminho e ainda usar Jill contra seu antigo parceiro, Wesker embarca em seu cruzador para acelerar o lançamento do Uroboros na atmosfera, o que afetaria todo o globo terrestre. Chris e sua nova parceira Sheva Alomar o seguiram seus rastros. Wesker ainda decidiu que Excella não era mais útil para seus planos, e a infectou com o Uroboros, transformando-a no último obstáculo entre Chris e Wesker. Quando os dois agentes da B.S.A.A. encontram Wesker no deck em frente a um grande jato, inicia-se a última batalha entre Wesker e Chris, sendo auxiliado por Sheva. Wesker foge para seu jato durante a luta, mas Chris e Sheva ainda conseguem alcançá-lo. O jato decola, rumo a uma altitude adqueada para liberação do Uroboros. No meio da luta, porém, Chris consegue abrir o compartimento de carga do jato em meio ao vôo, e o jato perde altitude, colidindo com um grande vulcão em erupção. Wesker fora arremessado para fora durante a queda, assim como diversos mísseis contendo o Uroboros. Em uma atitude de fúria, Wesker se auto infecta com o Uroboros, tornando-se um verdadeiro monstro e tentando a qualquer custo eliminar Chris e Sheva. No final da épica luta, Jill, que foi libertada do controle de Wesker, surge em um helicóptero e resgata Chris e Sheva. Incorformado, Wesker tenta derrubar o helicóptero, mas Chris e Sheva ainda tem tempo de dar o golpe final, e ambos atiram simultâneamente em Wesker usando, cada um, lança foguetes, causando uma gigantesca explosão.

Aparência[editar | editar código-fonte]

Albert Wesker é retratado desde sua primeira aparição como uma pessoa de expressão fechada, fria e calculista, que por ventura retrata exatamente sua personalidade, ele sempre é visto vestindo roupas negras ou escuras e sempre usando óculos escuros até em lugares de pouca luz ou até mesmo a noite, durante toda a serie são poucos os momentos em que ele não os use. No primeiro game da franquia Wesker é retratado como um homem adulto,caucasiano, alto, de porte atlético forte e magro, com cabelos loiros penteados para traz, e com uma expressão fria. Ele aparece trajando, o uniforme padrão dos S.T.A.R.S com modificações pessoais, seu uniforme incluía um colete de proteção dos S.T.A.R.S negro, camisa preta (azul marinho durante as Live Actions),luvas negras de combate,cinto marrom simples, calças negras, botas de combate negras e óculos escuros do modelo BL. Em sua remasterização para Resident Evil Remake, Wesker permaneceu fisicamente igual, e sua roupa sofreu poucas alterações, agora a camisa por baixo do colete era de manga longa e dobrada até os cotovelos, seu cinto se tornou negro, foi adicionado um coldre para pistola na coxa direita e seus óculos foram modificados de BL para um modelo quadrado de bordas arredondados, esta mesma aparência foi reaproveitada para suas rápidas aparições em Resident Evil 0, e nos capítulos de Resident Evil Umbrella Chronicles que retratam Resident Evil (Remake). Em Code Veronica Wesker retorna porem já não sendo mais humano, e incrivelmente poderoso, Fisicamente Wesker não sofreu modificações físicas apesar de ter adquirido imensos poderes, a unica alteração que sofreu foi que seus olhos se tornaram vermelho brilhante, sua roupa consistia em um colete de proteção fino, camisa negra de manga longa, dobrado até os cotovelos, luvas negas, calças negras, botas longas negras e óculos escuros iguais a de sua versão remake, este visual foi utilizado durante sua rápida aparição em Resident Evil Darkside Chronicles. Em Resident Evil 4 Wesker faz sua aparição porem só como um coadjuvantemente e espectador dos eventos do game, apesar de estar diretamente ligado a Ada Wong e Jack Krauser, seu visual teve seu contesto modificado de agente para comandante, seu uniforme consistia em um elegante paletó afrodescendente bem alinhado com um uma camisa de gola rulê por baixo,luvas de couro negras, causa social negra, sapatos negros bem lustrosos e óculos escuros iguais aos de suas aparições em Code Veronica e Remake. Esta mesma aparência foi utilizado nos capítulos de Resident Evil Umbrella Chronicles, que mostram Wesker invadindo a sede Russa da Umbrella e seu confronto com Sergei Vladimir, pelo único diferencial de estar com um sobretudo por cima de seu paletó. Em Resident Evil 5 o poderoso vilão retorna, porem com seu contesto modificado novamente, seu visual agora não era mais de comandante e nem de agente, seu visual tornou se mais sinistro dando o um tom de lorde do mau, sua roupa consistia em uma camisa de couro com ziper fechada e de gola alta, alças para suporte sobre ombros com um coldre para pistola, em baixo do braço esquerdo, luvas de couro negras, relógio preto no pulso esquerdo, cinto de couro negro, calças de couro negras, botas longas negras, e óculos escuros com lentes quadradas, já em suas ultimas aparições, retorna com um sobre tudo longo de couro sobre a roupa, e esta aparência também é utilizada durante os eventos de 2006 na mansão de Spancer, mini-game Lost in Nightmare (versão com sobre tudo). Quando fundido com o vírus Uroboros, Wesker perde toda parte superior de sua roupa e que é substituída por vários tentáculos que cobrem seu tronco e braços, seu rosto adquire varias cicatrizes, e seu braço direito se torna, um tentáculo maior e se funde vários destroços.

Cinema[editar | editar código-fonte]

Nos filmes é interpretado pelo ator Jason O'Mara em Resident Evil: Extinction e por Shawn Roberts em Resident Evil: Afterlife e Resident Evil: Retribution.