Alberto Aquilani

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Alberto Aquilani
Alberto Aquilani - Fiorentina 2012.jpg
Informações pessoais
Nome completo Alberto Aquilani
Data de nasc. 7 de julho de 1984 (30 anos)
Local de nasc. Roma, Itália
Altura 1,86 m
Destro
Informações profissionais
Clube atual Itália Fiorentina
Número 10
Posição Volante
Clubes de juventude
1999–2002 Itália Roma
Clubes profissionais2
Anos Clubes Jogos (golos/gols)
2002–2009
2003–2004
2009–2012
2010–2011
2011–2012
2012–
Itália Roma
Itália Triestina (emp.)
Inglaterra Liverpool
Itália Juventus (emp.)
Itália Milan (emp.)
Itália Fiorentina
0149 0000(15)
0041 0000(4)
0028 0000(2)
0034 0000(2)
0031 0000(1)
0071 0000(14)
Seleção nacional3
2002
2001-2003
2003
2004–2007
2006–
Flag of Italy.svg Itália Sub-18
Flag of Italy.svg Itália Sub-19
Flag of Italy.svg Itália Sub-20
Flag of Italy.svg Itália Sub-21
Flag of Italy.svg Itália
0006 0000(0)
0018 0000(3)
0002 0000(1)
0020 0000(5)
0036 0000(5)


2 Partidas e gols totais pelo
clube, atualizados até 18 de maio de 2014.
3 Partidas e gols da seleção nacional estão atualizados
até 8 de junho de 2014.

Alberto Aquilani (Roma, 7 de julho de 1984) é um futebolista italiano. Atualmente, joga pela Fiorentina.

Aquilani se destaca pela técnica apurada e precisão nos passes, além de seus poderosos chutes de longa distância.

Carreira[editar | editar código-fonte]

O início[editar | editar código-fonte]

Chegou a Roma aos 15 anos de idade, ingressando nas categorias de base do clube em 1999. Ainda antes de se tornar profissional, em 2001, Aquilani recebeu uma oferta do Chelsea, da Inglaterra, que lhe oferecia um lucrativo contrato profissional aos 17 anos de idade. Entretanto, o italiano optou por recusar a oferta, alegando que seu sonho era atuar profissionalmente pela equipe de sua cidade natal, a qual ele foi um dos torcedores desde muito novo.[1]

Roma[editar | editar código-fonte]

Após três anos nas categorias de base, foi promovido ao time principal da Roma em 2002, estreando pela Serie A em maio do ano seguinte, sob o comando do técnico Fabio Capello, atualmente na Seleção Inglesa. Durante a temporada 2003-04, esteve emprestado ao Triestina, modesto clube da Serie B do Calcio.

De volta à Roma no início da temporada 2004-05, rapidamente conquistou sua vaga como titular absoluto da equipe, atuando em 29 partidas pela Serie A.

Na temporada seguinte, em 26 de fevereiro de 2006, Aquilani marcou o segundo gol da vitória no Derby della Capitale contra a Lazio, quebrando o recorde de vitórias consecutivas na Serie A italiana, marca batida pela Internazionale um ano depois. A expectativa era que ele fosse um dos melhores jogadores da Roma nesta temporada, entretanto, uma lesão o retirou dos gramados por vários meses.

Após o seu retorno, em maio de 2007, Aquilani precisou de um certo tempo para adquirir o preparo físico perdido devido ao longo tempo de recuperação. Voltou a se destacar numa partida contra o Real Madrid, válida pelas oitavas-de-final da UEFA Champions League 2007-08, e ajudou a Roma a garantir sua classificação frente ao poderoso time madrilenho. Ainda nesta temporada, marcou dois belos gols de longa distância nas duas primeiras partidas da Serie A 2007-08, contra o Palermo e o Siena.

Na temporada 2008-09, sua última pela Roma, também foi bastante atrapalhado por lesões, atuando apenas 14 vezes pela Serie A. Ao fim desta temporada, após seguidas convocações para a Azzurra, havia muita especulação sobre o provável destino de Aquilani, os principais clubes interessados eram o Liverpool e o Real Madrid.

Liverpool[editar | editar código-fonte]

Em 5 de agosto de 2009, após muita especulação, Alberto Aquilani foi finalmente anunciado oficialmente pelo Liverpool, que pagou 20 milhões de libras (23 milhões de euros) pelo jogador, suprindo a vaga deixada por Xabi Alonso, que havia se transferido para o Real Madrid, que também estava interessado em Aquilani.

Em sua primeira temporada no futebol inglês, não conseguiu se firmar como titular, disputando vaga com as várias opções para o meio-de-campo dos Reds, como o argentino Javier Mascherano e o brasileiro Lucas. Atuou em 18 oportunidades pela Premier League 2009-10, marcando um gol contra o Portsmouth, em 15 de março de 2010.

Juventus[editar | editar código-fonte]

Com poucas oportunidades como titular no Liverpool, em 21 de agosto de 2010, foi oficializado o seu empréstimo para a Juventus. O acordo previa a permanência de Aquilani na Vecchia Signora durante toda a temporada 2010-11.[2]

Retorno ao Liverpool[editar | editar código-fonte]

Ao fim da temporada e consequentemente do empréstimo à Juventus, retornou ao Liverpool em junho de 2011.

Fiorentina[editar | editar código-fonte]

Deixou o Liverpool para acertar com a Fiorentina, em negociação em 2012.

Seleção Italiana[editar | editar código-fonte]

Aquilani se destaca desde as mais jovens categorias de base da Itália, atuando em todas elas desde o Sub-15.

Estreou pela seleção principal em 15 de novembro de 2006, num amistoso contra a Turquia. Alguns meses depois, jogou a Euro Sub-21 de 2007, que aconteceu nos Países Baixos, e foi escolhido para a Seleção do Torneio. Neste torneio, marcou um belo gol de falta frente a República Tcheca.

No ano seguinte, foi um dos 23 convocados do técnico Roberto Donadoni para a UEFA Euro 2008, seu primeiro grande torneio internacional. Ele entrou no decorrer do terceiro jogo da Itália no torneiro, uma vitória de 2-0 sobre a França. Com as suspensões dos titulares Andrea Pirlo e Gennaro Gattuso, Aquilani começou jogando a partida das quartas-de-final contra a Espanha, onde a Azzurra terminou eliminada na disputa por pênaltis. Os espanhóis viriam a ser campeões do torneio.

Alguns meses depois, já pelas eliminatórias para a Copa do Mundo de 2010, Aquilani marcou seus dois primeiros gols pela seleção principal contra Montenegro, em 15 de outubro de 2008. Porém, muito atrapalhado por lesões, não conseguiu manter uma sequência de convocações como o técnico Marcello Lippi, que havia assumido após a Euro, e não disputou o Mundial. Aquilani voltou a marcar pela azurri em um amistoso contra Espanha e deu a vitória a seleção italiana.

[3]

Títulos[editar | editar código-fonte]

Roma

Referências

  1. Alberto Aquilani.
  2. Liverpool FC (21 de agosto de 2010). Aquilani loan deal agreed (em inglês). Página visitada em 21 de agosto de 2010.
  3. http://www.ogol.com.br/jogador.php?id=7602&epoca_id=0


O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Alberto Aquilani