Alberto Bonfiglioli

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Este artigo não cita fontes confiáveis e independentes. (desde fevereiro de 2010). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Ambox rewrite.svg
Esta página precisa ser reciclada de acordo com o livro de estilo.
Sinta-se livre para editá-la para que esta possa atingir um nível de qualidade superior.
Editor: considere colocar o mês e o ano da marcação. Isso pode ser feito automaticamente, substituindo esta predefinição por {{subst:rec}}

Alberto Bonfiglioli (Bolonha, 6 de dezembro de 1897São Paulo, 4 de julho de 1967) foi um empresário ítalo-brasileiro.

Estudou no Liceu Salesiano de Milão em 1910; e na Faculdade do Comércio de São Paulo, onde se formou em Ciências Econômicas, tendo merecido a menção de honra e medalhas de ouro.

Pertenceu a uma das mais antigas famílias de Bolonha, que possuía o condado de Foligno.[carece de fontes?]

Foi diretor-presidente e principal acionista das seguintes organizações de São Paulo: Banco Auxiliar; Companhia Industrial de Conservas Alimentícias, CICA; Companhia Comissária Alberto Bonfiglioli, Auxilium S.A.; Financiamento, Crédito e Investimento, Lanifício Industrial Brasileiro Ltda.; Meias Waldorf S.A., Comércio e Indústria; Companhia Edificadora Auxiliar de São Paulo CEASPA; Companhia Comercial e Construtora S.S.; Agropecuária Bonfiglioli e Construtora Bonfiglioli.

Foi diretor-tesoureiro do Circolo Italiano, secretário da Sociedade Dante Alighieri, diretor da Associação Comercial de São Paulo, diretor da FIESP, conselheiro da Muse Italiche e vice-presidente da Sociedade Esportiva Palmeiras.

Possuiu os seguintes títulos e condecorações:

  • Ordem do Cruzeiro do Sul
  • Grande Oficial da Ordem do Santo Sepulcro de Jerusalém, conferida pelo Vaticano
  • Comendador da Coroa da Itália
  • Comendador da Ordem do Mérito da República Italiana
  • Comendador da Ordem Militar do México
  • Comendador da Grande Cruz do Governo do Paraguai
  • Grande Oficial de São Maurício e Lázaro da República Italiana.

Seu filho, Rodolfo Marco Bonfiglioli, comandou os negócios do conglomerado que se desfez em 1985 com a liquidação extrajudicial do Banco Auxiliar, e em 1987 com a venda da CICA para o Grupo Ferruzzi. Os netos Claudia, Alberto, Sandra, Silvana, continuam atuando no segmento agropecuário, na criação de cães de raça, e na administração da rede de fast-food Bon Grillê.