Alberto Oliveira

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Alberto Walter de Oliveira (Ceres, 8 de abril de 1956) é político brasileiro e empresário do ramo de imóveis, além de possuir escritório próprio de contabilidade e postos de combustíveis.

Foi no Rio Grande do Sul, no município de Flores da Cunha, que o Alberto Oliveira constituiu sua família e iniciou sua carreira política. Filho de Adauto de Assis Oliveira e Raulina Gonçalves, casou-se com Ana Lúcia Santini de Oliveira e teve dois filhos. Graduou-se em Ciências Contábeis pela Universidade de Caxias do Sul, em 1984.

Na juventude, Oliveira participava efetivamente de atividades políticas e culturais, chegando a vencer o Rafaelito, antigo festival estudantil de música de Flores da Cunha. Sua trajetória política iniciou em 1976, quando Oliveira filiou-se ao PMDB. O primeiro cargo público ocorreu em 1982, quando foi eleito vereador. Foi convidado, em 1987, pelo então governador Pedro Simon, para ser chefe de gabinete, tarefa que deixou de exercer em 1988, para ser eleito novamente nas urnas de Flores da Cunha, desta vez como prefeito.1

Em 1995, Alberto Oliveira foi convidado pelo governador da época, Antônio Britto, para assumir a Secretaria Estadual do Turismo, onde implementou, dentre outros, os projetos Inverno Mais Quente do Brasil, Operação Veraneio 96 – Verão Numa Boa, e participação num congresso da ABAV (Associação Brasileira das Agências de Viagens).

Entre 1997 e 2001 atuou ainda como vice-presidente estadual do PMDB. Ocupou o cargo de chefe da Casa Civil do estado do Rio Grande do Sul no governo Germano Rigotto.

Em 2006 foi eleito deputado estadual com 36.516 votos.1

Referências

  1. a b al-rs.jusbrasil.com.br: Deputado Alberto Oliveira anuncia que não concorre à reeleição (Publicado em 6 de abril de 2010)