Alberto Taveira Corrêa

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Alberto Taveira Corrêa
Arcebispo da Igreja Católica
10º Arcebispo de Belém do Pará

Título

Arcebispo Metropolitano de Belém do Pará
Hierarquia
Papa Francisco
Ordenação e nomeação
Ordenação presbiteral 15 de agosto de 1973
Ordenação episcopal 6 de julho de 1991 por Dom João Resende Costa SDB
Lema episcopal PRO MUNDI VITA
Para a Vida do Mundo
Nomeado arcebispo 27 de Março de 1996
Brasão arquiepiscopal
Brasão Dom Alberto Taveira.jpg
Dados pessoais
Nascimento BrasilNova Lima
26 de maio de 1950 (64 anos)
dados em catholic-hierarchy.org
Arcebispos
Categoria:Hierarquia católica
Projeto Catolicismo

Dom Alberto Taveira Corrêa (Nova Lima, 26 de maio de 1950) é um bispo católico brasileiro. Foi o primeiro arcebispo de Palmas e é o atual arcebispo de Belém do Pará.[1]

Estudos[editar | editar código-fonte]

Realizou seus primeiros anos de estudos no Grupo Escolar George Chalmers, em Nova Lima, onde cursou da 1ª à 4ª série. Frequentou o Seminário Coração Eucarístico de Jesus, em Belo Horizonte, onde completou sua formação. Estudou Filosofia e Teologia no Seminário Coração Eucarístico de Jesus e na Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais, em Belo Horizonte. No período de 1976 a 1977 realizou estudos em espiritualidade sacerdotal, no Instituto Mystici Corporis, do Movimento dos Focolares, em Frascati, Roma.

Presbiterado[editar | editar código-fonte]

Alberto Taveira Corrêa recebeu a ordenação presbiteral no dia 15 de agosto de 1973, em Nova Lima[1] , das mãos de Dom João Resende Costa, na Matriz de Nossa Senhora do Pilar.

Foi designado pároco da Paróquia de Nossa Senhora do Pilar, em Nova Lima, onde permaneceu até dezembro de 1977. No período de 1978 a 1984 foi reitor do Seminário Provincial Coração Eucarístico de Jesus em Belo Horizonte. Em 1985 foi nomeado Pároco da Paróquia de São Geraldo e responsável pelo acompanhamento dos diáconos da Arquidiocese de Belo Horizonte. Durante o ano de 1988 foi orientador do Seminário Menor São José. Na Arquidiocese de Belo Horizonte foi ainda vigário episcopal para a pastoral; coordenador da pastoral vocacional; coordenador dos cursos de canto pastoral; da comissão de liturgia. Foi pároco da Paróquia do Senhor Bom Jesus de Bonfim e da Paróquia de Santo Antônio de Vargem Alegre. Foi vigário forâneo da Forania São Caetano. Foi professor de liturgia na Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais.

Episcopado[editar | editar código-fonte]

No dia 24 de abril de 1991, o Papa João Paulo II nomeou o Alberto Taveira Corrêa bispo auxiliar da Arquidiocese de Brasília, com a sé titular de Sinnipsa[1] . Recebeu a ordenação episcopal no dia 6 de julho de 1991, em Nova Lima, das mãos de Dom João Resende Costa, SDB, do Cardeal Serafim Fernandes de Araújo e de Dom Arnaldo Ribeiro.

Em Brasília, assumiu a coordenação do Vicariato Sul da Arquidiocese, além das diversas atividades de Bispo Auxiliar, especialmente as visitas pastorais, conselho Arquidiocesano de Pastoral e acompanhamento dos Seminários, Pastoral Vocacional, Comissão de Juventude, Pastoral Familiar e Campanha da Fraternidade. Desde a instalação da Rádio Nova Aliança, teve um programa diário “Palavra de vida eterna”, com o qual se estabeleceu uma grande rede de contatos com os diversos segmentos da vida de Brasília. A partir de 1991, tem acompanhado em nome da Arquidiocese de Brasília o Grupo Parlamentar Católico do Congresso Nacional. Por mandato da CNBB, foi indicado Bispo Assistente Nacional para a Renovação Carismática Católica permanecendo até 2000. Foi membro da Comissão Episcopal de Vocações e Ministérios do Conselho Episcopal Latino-Americano (CELAM).

No dia 27 de março de 1996, o Papa João Paulo II criou a Arquidiocese de Palmas e a Província Eclesiástica que tem como sufragância as Dioceses de Porto Nacional, Miracema do Tocantins e Tocantinópolis e a Prelazia de Cristalândia. Dom Alberto foi nomeado primeiro Arcebispo Metropolitano de Palmas.

Participou, como membro delegado pela Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), da Quinta Conferência Geral do Episcopado Latino-americano e do Caribe (2007).

No dia 30 de dezembro de 2009 o Papa Bento XVI o nomeou Arcebispo de Belém do Pará. Sua posse solene aconteceu no dia 25 de março de 2010.

Aos 27 de outubro de 2012 o Papa Bento XVI o nomeou membro do Pontifício Conselho Cor Unum do Vaticano[2] .

Outras atividades[editar | editar código-fonte]

Ordenações episcopais[editar | editar código-fonte]

Dom Alberto Taveira Corrêa foi o celebrante da ordenação episcopal de:

Dom Alberto Taveira Corrêa foi concelebrante da ordenação episcopal de:

Precedido por
'
brasão episcopal.
Arcebispo de Palmas

1996 - 2009
Sucedido por
Dom Pedro Brito Guimarães
Precedido por
Dom Orani João Tempesta, O. Cist.
brasão episcopal.
Arcebispo de Belém do Pará

2009 - atualidade
Sucedido por
'

Referências

  1. a b c Conferência Nacional dos Bispos do Brasil. Membros da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil. Brasília: CNBB, 1997.
  2. DI MEMBRI E DI CONSULTORE DEL PONTIFICIO CONSIGLIO "COR UNUM", Rinunce e Nomine, 27.10.2012
  3. Conferme e nomine nel Pontificio Consiglio per i Laici (em italiano). Bollettino - Sala Stampa de la Santa Sede (6 de fevereiro de 2014). Página visitada em 7 de fevereiro de 2014.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Alberto Taveira Corrêa