Albrecht Dürer, o Velho

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Retrato de Albrecht Dürer, o Velho, pelo filho, Albrecht Dürer.

Albrecht Dürer, o Velho (em alemão: Albrecht Dürer der Ältere, muitas vezes abreviado para Albrecht Dürer d. Ä.)(c. 1427 em Ajtós, perto de Gyula, Hungria — antes de 20 de setembro de 1502, Nuremberga) foi um ourives alemão de origem húngara, pai do conhecido artista renascentista Albrecht Dürer. Era filho de Anton Dürer, também ourives[1] , que em 1455 se mudou de Ajtós (ou Eytas, segundo as anotações de Dürer)[2] , perto de Gyula, na Hungria, para Nuremberga. Apelidado de "Ajtósi" (fabricante de portas), mudou o seu nome para Thürer, com o mesmo significado em alemão, mudando mais tarde para Dürer, de modo a ajustar o nome à pronúncia nuremburguesa[3] . O brasão adquirido pela família, mais tarde desenhado por Dürer, filho, contém no seu escudo, aliás, uma porta aberta[4] . Em 1467, no mesmo ano em que se tornava mestre ourives depois de doze anos de aprendizado, Albrecht Dürer, o Velho, com quarenta anos, casou-se com Bárbara Hallerin, de quinze anos[5] , filha do seu mestre, Hieronymus Holper (também referido como Hyeronymus Haller[6] [6] ), de quem teve dezoito filhos[7]

Referências

  1. V. M. Conway. Literary Remains of Albrecht Durer. [S.l.]: CUP Archive.
  2. Árpád Weixlgärtner. Dürer und Grünewald: ein Versuch, die beiden Künstler zusammen--in ihrer Besonderheiten, ihrem Gegenspiel, ihrer Zeitgebundenheit--zu verstenhen (em <código de língua não-reconhecido>). [S.l.]: Elanders bokktr, 1949.
  3. Ashraf M. T. Elewa. Morphometrics for Nonmorphometricians. [S.l.]: Springer, 2010. 10 pp.
  4. Colin T. Eisler. Dürer's animals. [S.l.]: Smithsonian Institution Press, 1991. ISBN 9780874744088.
  5. "DURER, ALBRECHT". ENCYCLOPAEDIA BRITANNICA. (1911). The Project Gutenberg. Consultado em 16 de fevereiro de 2012. 
  6. a b Mrs. Charles Heaton. In: Universidade de Harvard. The history of the life of Albrecht Dürer of Nürnberg: with a translation of his letters and journal, and some account of his works. [S.l.]: Macmillan, 1870.
  7. Alistair Smith, Angela Ottino Della Chiesa. The complete paintings of Dürer (em <código de língua não-reconhecido>). [S.l.]: Penguin Books, 1986.
Ícone de esboço Este artigo sobre arte ou história da arte é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.