Albrecht von Eyb

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Albrecht von Eyb
(1420-1475)
humanista Germanicus
Nacionalidade  Alemanha
Data de nascimento 24 de agosto de 1420
Local de nascimento Castelo de Sommersdorf, perto de Ansbach, atual Burgoberbach,  Alemanha
Data de falecimento 24 de julho de 1475
Local de falecimento Eichstätt,  Alemanha
Ocupação Humanista, jurista, poeta e tradutor alemão
Alma mater Universidade de Pávia

Albrecht von Eyb (1420–1475) * Castelo de Sommersdorf, perto de Ansbach, atual Burgoberbach, 24 de Agosto de 1420 mm Eichstätt, 24 de Julho de 1475), foi humanista, poeta, jurista e tradutor alemão. Estudou nas universidades de Pávia (1444-1447), Bolonha (1448-1451) e Pádua e foi amigo e contemporâneo dos maiores humanistas da época tais como: Francesco Filelfo (1398-1481), Jacopo Sadoleto (1477-1547), Lorenzo Valla (14-7-1457), Gasparino Barzizza (1360-1431) dentre outros. A sua obra principal: Spiegel der Sitten (1511), é um tratado sobre ética cristã.

Biografia[editar | editar código-fonte]

O Livro do Matrimônio, publicado em Nuremberg, no ano 1472.

Estudou Teologia e Direito em Erfurt e em 1444 foi cônego da Catedral de Eichstätt; em 1452 em Bamberg e em 1462 em Würzburg. Em 7 de Fevereiro de 1459 se doutorou em Direito pela Universidade de Pávia. Na Itália foi influenciado pela cultura do Renascimento e do Humanismo. E em 1459 se tornou camerlengo do papa Pio II. Retornou a Eichstätt onde conviveu com um grupo de amigos, dentre eles Johann III. von Eych (1404-1464), Matthias von Kemnat (1430-1476)[1] , Hermann Schedel (1410-1485) e Hartmann Schedel (1440-1514)

Obras[editar | editar código-fonte]

  • Margarita poetica (1472). Em 1503, Conradus Leontorius (1465-1511) editou esta obra, uma coletânea de pérolas literárias.
  • Ehebuchlein, "Opúsculo sobre o Matrimônio", (1472), onde discute se um sábio deve ou não se prender a uma mulher
  • Spiegel der Sitten, "Espelho dos Costumes", (1511)
  • Foi tradutor de Plauto e de Giovanni Boccaccio

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

Veja também[editar | editar código-fonte]

Referências[editar | editar código-fonte]