Juninho Fonseca

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Alcides Fonseca Júnior)
Ir para: navegação, pesquisa
Juninho Fonseca
Informações pessoais
Nome completo Alcides Fonseca Júnior
Data de nasc. 29 de agosto de 1958 (55 anos)
Local de nasc. Olímpia (SP),  Brasil
Altura 1,84 m
Informações profissionais
Posição Treinador
(ex-Zagueiro)
Clubes profissionais
Anos Clubes Jogos (golos)
1974-1983
1983-1986
1986
1986
1987
1988
1988
1989
1989
1990
1991
1991-1992
Brasil Ponte Preta
Brasil Corinthians
Brasil Juventus
Brasil Vasco da Gama
Brasil Cruzeiro
Brasil XV de Piracicaba
Brasil Atlético Paranaense
Brasil São José
Brasil Ponte Preta
Brasil Nacional-SP
Brasil Olímpia
Japão Yomiuri
71 (1)
42 (0)

13 (2)
4 (0)


19 (0)
0 (0)


Seleção nacional
1980-1982 Brasil Brasil 4 (0)
Times que treinou
1999
2000
2000
2000
2001
2002
2003-2004
2004
2004-2005
2012
2014-
Brasil Portuguesa
Brasil Mogi Mirim
Brasil São José
Brasil Comercial
Brasil Sampaio Corrêa
Brasil Treze
Brasil Corinthians
Brasil Caxias
Brasil Noroeste
Brasil Botafogo-SP Sub-20
Brasil Ivinhema
Última atualização: 22 de junho de 2012

Alcides Fonseca Júnior, mais conhecido como Juninho Fonseca (Olímpia, 29 de agosto de 1958), é um ex-futebolista e treinador brasileiro. Atualmente, é técnico do Ivinhema.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Filho de Alcides Fonseca conhecido na cidade como Tio Nenê, diretor da Liga Olimpiense de Futebol, já falecido e de dona Zenaide Rugai Fonseca, conhecida como dona Zé – Professora e diretora de Escolas, também já falecida. Juninho Fonseca começou na Ponte Preta, em seguida, foi para o Corinthians. Seguro, ganhou a simpatia da torcida corinthiana em um jogo contra o Flamengo, pelas quartas-de-final do Campeonato Brasileiro de 1984, onde o Corinthians venceu por de 4 a 1, com gols de Biro-Biro, Wladimir, Édson e Ataliba, enquanto Paulinho acabou fazendo um gol contra a favor do time carioca.

Segundo as informações do livro Almanaque do Corinthians, Juninho Fonseca jogou 150 partidas, venceu 68, empatou 52 e perdeu 30 partidas. Marcou dois gols a favor e um gol contra. Depois de ter passado por Ponte Preta e Corinthians, acabou indo jogar no futebol japonês, aonde tempos depois decidiu voltar para o Brasil e encerrar sua carreira no Olímpia. Ainda jogou pela Seleção Brasileira e participou da Copa do Mundo de 1982, sendo reserva de Oscar.

Após isso passou a exercer a função de treinador, onde comandou a Portuguesa, em seguida o Sampaio Corrêa, Treze. Depois, comandou os juniores e o elenco principal do Corinthians e, ainda, o Caxias e Noroeste. Depois, passou a ser dirigente[1] , onde foi Secretário de Esportes de Ribeirão Preto de 1º de fevereiro de 2006 até 30 de junho de 2008, durante a gestão do prefeito Welson Gasparini, onde exerceu cumulativamente até o dia 07 de junho do mesmo ano, também o cargo de Diretor de Departamento de Esportes bem como a gerência de futebol do Botafogo-SP, além de treinar o sub-20 do clube.[2] .

Antes de iniciar sua função de técnico principal pela Portuguesa em São Paulo, exerceu a mesma nas categorias de base do clube onde ele iniciou a carreira no futebol paulista: a Ponte Preta.

Após sair da Secretaria de Esportes de Ribeirão Preto em 2008, Juninho Fonseca assumiu como gerente de futebol da Francana, por onde ficou por pouco tempo e logo após foi trabalhar nas categorias de base da equipe do São Bernardo.

Títulos[editar | editar código-fonte]

Jogador[editar | editar código-fonte]

Corinthians
Vasco da Gama
Yomiuri

Prêmios[editar | editar código-fonte]

Referências

Ícone de esboço Este artigo sobre um treinador de futebol é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.