Alcoholics Anonymous Suite

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Este artigo ou se(c)ção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde maio de 2014). Por favor, adicione mais referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

A Alcoholics Anonymous Suite (também conhecida como Twelve-step Suite e Mikey Suite) é uma série de cinco canções da banda norte-americana de metal progressivo Dream Theater. Cada música, escrita pelo baterista Mike Portnoy (que não faz mais parte do grupo), é subdividida em seções menores e denota sua experiência com o alcoolismo de alguma forma, e cada uma representa um número do Programa de 12 passos (método criado nos Estados Unidos para tratamento do alcoolismo). As canções têm a característica de recorrerem a músicas e temas líricos. Como no programa de 12 passos, a compilação possui um total de 57:16 minutos. Todos os passos da Saga começam com as letras "Re".

Em maio de 2014, durante uma entrevista ao "Trunk Nation", de Eddie Trunk, Mike comentou o acordo da banda norte-americana de heavy metal Queensrÿche com seu ex-vocalista Geoff Tate (que cedeu o nome do grupo mas exigiu os direitos sobre os álbuns Operation: Mindcrime e Operation: Mindcrime II) e afirmou que gostaria de ter feito o mesmo com sua série quando deixou o Dream Theater.[1] Ele explicou que "quebraria o seu coração" se o Dream Theater tocasse as canções agora que ele não faz mais parte do grupo.[1]

A primeira canção, The Glass Prison ( "A Prisão de Vidro"), faz um arco direto com The Shattered Fortress ("A fortaleza Estilhaçada"), formando o início e o encerramento da série, tanto que os minutos finais de The Shattered Fortress é parte da introdução de The Glass Prison, como uma forma de olhar para o passado após a transformação ocorrida nos 12 passos.

Músicas[editar | editar código-fonte]

A série consiste num total de cinco músicas:

Todas as músicas são dedicadas para "Bill W. (co-fundador do programa 12 passos) e seus amigos".

A música "The Mirror", do álbum Awake, também fala sobre o alcoolismo de Portnoy, e faz alusão a letras de abertura da segunda, terceira, quarta e oitava partes da compilação. ("Reflections of reality are slowly coming into view…".)

Passagens recorrentes[editar | editar código-fonte]

Pela letra ou pela música, cada canção faz referência às respectivas precedentes:

  • "This Dying Soul":
    • Nas linhas "Hello mirror, so glad to see you my friend / It's been a while" faz referência à música "The Mirror".
    • A letra "I can't break out of this prison all alone" é dita também em "The Glass Prison".
    • Esta música também compartilha um solo com a "The Glass Prison".
  • "The Root of All Evil":
    • O solo inicial de guitara é semelhante com o solo final tocado em "This Dying Soul", um pouco mais lento.
    • O pré-refrão "I can feel my body breaking" também está em "This Dying Soul".
    • A letra "I can't break out of this prison all alone" é mencionada de novo.
    • A letra "Heal this dying soul" faz referência ao título de "This Dying Soul".
  • "Repentance":
    • A melodia inicial é idêntica a da canção "This Dying Soul".
    • As primeiras linhas "Hello mirror, so glad to see you my friend / It's been a while" são as mesmas iniciadas em "This Dying Soul".
  • "The Shattered Fortress":
    • O título da música deriva de dois trechos de "The Glass Prison"; "A shattered glass prison wall behind me" e "A long lost fortress";
    • O vídeo promocional do Natal de 2008 de Mike Portnoy mostra um trecho quase idêntico ao de "The Glass Prison".

Referências

Ícone de esboço Este artigo sobre uma canção é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.