Alegra-campo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Como ler uma caixa taxonómicaAlegra-campo
Semele androgyna.jpg

Classificação científica
Reino: Plantae
Divisão: Magnoliophyta
Classe: Magnoliopsida
Ordem: Asparagales
Família: Ruscaceae
Género: Semele
Espécie: S. androgyna
Nome binomial
Semele androgyna
(L.) Kunth.

O Alegra-campo é uma planta da família botânica Ruscaceae, endémica da Madeira e Canárias.

Apresenta-se como arbusto perene, bastante ramoso, e de caules trepadores.

Apresenta cladódios (caules modificados) coriáceos semelhantes a folhas, ovados a ovado-lanceolados, de até 14 centímetros de comprimento. A sua floração ocorre normalmente entre Abril e Junho.

Tem flores unissexuais, pequenas, amarelo-esverdeadas, reunidas em glomérulos, nas margens dos cladódios. Os seus frutos globosos de cor vermelha.

É uma espécie endémica da ilha da Madeira e das Canárias, abundante na floresta de laurissilva do barbusano. Ocorre também na ilha de Porto Santo e na Deserta Grande.

Ao longo dos tempos foi utilizada como planta ornamental, cultivada em jardins. Os ramos são usados na decoração dos presépios tradicionais madeirenses.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências[editar | editar código-fonte]

  • Árvores e Florestas de Portugal - Açores e Madeira, Edic. Público, Comunicações, SA. Dep. Legal nº 254481/2007


O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Alegra-campo