Aleksey Kuropatkin

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Este artigo não cita fontes confiáveis e independentes. (desde janeiro de 2012). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Aleksey Kuropatkin
Kuropatkin by Repin.jpg
General Aleksey Kuropatkin
Nascimento 29 de março de 1848
Pskov, Império Russo
Morte 16 de janeiro de 1925 (76 anos)
Pskov, URSS
Serviço militar
Patente General

Alexei Nikolayevich Kuropatkin (russo: Алексей Николаевич Куропаткин) nasceu em Pskov, no Império Russo em 29 de março de 1848 e faleceu em Pskov já na URSS. Foi um General russo que lutou na Guerra Russo-Japonesa.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Kuropatkin nasceu em Pskov, em 1848, seu pai era um capitão reformado do Exército, ele era de uma família da aristocracia rural. Em 1864, Kuropatkin entrou para o Exército. Em 1866, foi promovido a tenente, ajudou na conquista do Turquestão. Em 1870, foi promovido a major. Depois de estudar em Berlim, em Paris e em Argel participou da expedição ao Saara. Em agosto de 1879, comandou uma brigada que marchou 500 km, no deserto, em 18 dias para se juntar ao General Skobelev durante a invasão do Turcomenistão, conseguindo conquistar uma importante fortaleza em 12 de janeiro de 1881, recebendo assim a Ordem de São Jorge. Em 1882, foi promovido a major-general. No ano seguinte juntou-se ao Estado-maior. Em 1890, tornou-se tenente-general.

De 1890 à 1898, Kuropatkin tornou-se governador da Transcaspia, uma região pobre que sofria do banditismo e da escravidão, ele desenvolveu o comércio, a agricultura e as cidades, construiu escolas e estabeleceu o sistema judiciário na região e assentou colonos russos nesses territórios.

Ministro da Guerra[editar | editar código-fonte]

Em 1898, ele foi nomeado Ministro da Guerra, iniciando uma reforma no Exército, melhorou a estrutura do Exército e as condições de vida dos seus funcionários.

Guerra Russo-Japonesa[editar | editar código-fonte]

Quando a Guerra Russo-Japonesa iniciou em 1904, o General Kuropatkin recebeu o comando dos exércitos russos no Extremo Oriente. A sua estratégia foi de atrasar o máximo possível do avanço japonês na Manchúria até que os reforços chegassem na Transiberiana que na época só estava construída até Irkutsk, perto do Lago Baikal. Entre 25 e 27 de janeiro de 1905, os russos lançaram uma ofensiva contr os japoneses, na Batalha de Sandepu, o General Oskar Gripenberg estava prestes à derrotar os japoneses, mas com a falta de unidades para reforçar o ataque, Kuropatkin ordenou uma retirada.

Primeira Guerra Mundial[editar | editar código-fonte]

Em 1906, Kuropatkin entrou no Conselho de Estado da Rússia Imperial. Em 1907, ele se retirou para sua casa de campo, onde escreveu sobre as razões para as derrotas na Guerra Russo-Japonesa. Quando a Primeira Guerra Mundial iniciou, ele quis retornar ao Exército, mas o Grão-Duque Nicolau Nikolaevich rejeitou o seu pedido até que o Czar Nicolau II assumiu o Comando Supremo, permitiu o retorno de Kuropatkin em outubro de 1915. Em janeiro de 1916, assumiu o comando do 5º Exército, e em fevereiro, assumiu o comando da Frente Norte. Em março, lançou uma ofensiva em Riga, mas os alemães derrotam-no, a segunda ofensiva não teve os resultados esperados e o Czar ficou insatisfeito. Em 22 de julho de 1916, Kuropatkin foi destituído sendo nomeado governador-geral do Turcomenistão.

Morte[editar | editar código-fonte]

Após a Revolução Russa, Kuropatkin declarou sua lealdade ao governo provisório, mas os bolcheviques não tinha confiança nele, então ele foi preso, pouco tempo depois, foi libertado, retornou para Pskov. Após a tomada do poder pelos bolcheviques, ele tornou-se hábil em tocar violino e ensinou numa escola agrícola que ele fundou. Em 16 de janeiro de 1918, Kuropatkin faleceu aos 76 anos de idade.

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Aleksey Kuropatkin