Alexander Gustafsson

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Alexander Gustafsson
Alexander "The Mauler" Gustafsson 2014.jpg
Informações
Nascimento 15 de janeiro de 1987 (28 anos)
Arboga, Västmanland, Suécia
Nacionalidade Suécia Sueca
Outros nomes The Mauler
Altura 1,95 m
Peso 93 kg
Divisão Peso meio-pesado
Envergadura 206.2 cm [1]
Modalidade Boxe, Jiu-jitsu brasileiro
Equipe Stockholm Shoot
Graduação      Faixa Roxa em Jiu-Jitsu Brasileiro
Período em
atividade
2007 - presente
Cartel no MMA
Total 19
Vitórias 16
Por nocaute 10
Por finalização 3
Por decisão 3
Derrotas 3
Por nocaute 1
Por finalização 1
Por decisão 1
Ligações externas
Página oficial:
http://www.themauler.com/
Alexander Gustafsson no Sherdog

Alexander Gustafsson (Arboga, 15 de janeiro de 1987) é um lutador de artes marciais mistas sueco. Compete no Ultimate Fighting Championship (UFC) na categoria de peso meio-pesado. Em fevereiro de 2013, Gustafsson é classificado como o 1º melhor meio-pesado do Mundo pelo ranking do UFC.[2]

Carreira no MMA[editar | editar código-fonte]

Início[editar | editar código-fonte]

Gustafsson começou a treinar boxe aos 10 anos de idade e MMA aos 19 anos. Antes de assinar com o UFC , Gustafsson lutou em organizações menores de MMA na Suécia e em outras partes da Europa. Em 2009, ele já colecionava um perfeito cartel de 8-0, com 6 vitórias por nocaute.

UFC[editar | editar código-fonte]

  • Fez sua estreia no UFC 105 contra Jared Hamman, Gustafsson venceu a luta por nocaute técnico aos 0:41 do primeiro round.
  • Sua segunda luta foi contra Phil Davis no UFC 112, Gustafsson foi derrotado por finalização (anaconda choke) aos 4:55 do primeiro round. Antes disso, Gustafsson mostrou um bom wrestling e boas defesas de quedas.
  • Após a derrota no UFC 112 Gustafsson viajou para San Diego, EUA para treinar com a "Alliance MMA". Gustafsson treinou com lutadores notáveis como seu ex-adversário Phil Davis, Brandon Vera, Joey Beltran e Travis Browne. Sua terceira luta pelo UFC foi contra o veterano Cyrille Diabaté no UFC 120. Depois de dominar o primeiro round e conseguir boas quedas Gustafsson derrotou Diabate por finalização (mata-leão) aos 2:41 do segundo round.
  • Sua luta seguinte foi contra James Te Huna no UFC 127, Gustafsson venceu por finalização mata-leão aos 4:27 do primeiro round.
  • Gustafsson era esperado para enfrentar Vladimir Matyushenko em 6 de agosto de 2011 no UFC 133, mas Matyushenko foi cortado do evento devido a uma lesão e foi substituído por Matt Hamill. Gustafsson acertou um direto em Hamill seguido por dois uppercuts, levando Hamill ao chão e finalizando com socos e cotoveladas. Hamill anunciou sua aposentadoria logo após a luta.

Gustafsson enfrentou Matyushenko em 30 de dezembro de 2011 no UFC 141. Ele derrotou Matyushenko por nocaute técnico aos 2:13 do primeiro round.

Gustafsson iria enfrentar Antônio Rogério Nogueira em 14 de abril de 2012, no UFC que seria realizado na Suécia mas Nogueira foi retirado do card devido a uma lesão no joelho e foi substituído por Thiago Silva. Gustafsson dominou todos os três rounds e venceu Thiago Silva por decisão unânime no UFC on Fuel TV: Gustafsson vs. Silva.

Da mesma forma, por decisão unânime, Gustafsson derrotou Maurício Shogun, em 8 de Dezembro de 2012, no UFC on Fox: Henderson vs. Diaz.

Gustafsson era esperado para enfrentar Gegard Mousasi em 6 de abril de 2013, no UFC on Fuel TV 9. No entanto, em 2 de abril, foi anunciado pelo MMA Swedish Federation, que Gustafsson não seria autorizado a participar no evento devido a uma corte sofrido durante uma sessão de treinamentos em 30 de março. Gustafsson foi substituído pelo recém-chegado ao UFC Ilir Latifi, um de seus principais parceiros de treinamento.

Disputa de cinturão contra Jon Jones[editar | editar código-fonte]

Gustafsson lutou pelo Cinturão Meio Pesado do UFC contra o campeão Jon Jones, em 21 de setembro de 2013, no UFC 165. Mostrando muita movimentação e um boxe afiado, Gustafsson surpreendeu ao controlar os primeiros rounds. Fez Jon Jones sangrar e ser derrubado pela primeira vez no UFC. A luta estava equilibrada até Gustafsson cansar e ser acertado por duras cotoveladas acabando por não conseguir aplicar sua estratégia, assim perdendo por decisão unânime. Gustafsson foi muito elogiado pela sua atuação, tendo sido considerado por muitos o verdadeiro vencedor da luta, apesar da decisão unânime dos juízes. Jon Jones declarou ao final da luta que não estava satisfeito com a sua performance e elogiou o adversário.[3]

A luta levou o prêmio de Luta da Noite, e também recebeu inúmeros elogios da imprensa: “uma batalha épica”[4] , “clássico instantâneo” [5] , “a maior luta da história dos meio pesados” [6] , “uma das grandes lutas da história do UFC”[7] .

Alexander Gustafsson e Jones quebraram o recorde de uma luta dos meio pesados (e a 2º entre todas as categorias) no quesito golpes significativos desferidos. Somados, foram 244 no UFC 165 [8]

Pós-luta pelo cinturão[editar | editar código-fonte]

Sua primeira luta após ser derrotado pelo campeão seria contra Antônio Rogério Nogueira em 8 de Abril de 2014 no UFC Fight Night: Gustafsson vs. Manuwa. Porém, uma lesão tirou Nogueira do evento e ele foi substituído pelo invicto Jimi Manuwa. Gustafsson venceu a luta por nocaute técnico no segundo round.

Uma nova chance foi dada à Gustafsson pelo cinturão contra o atual campeão Jon Jones ainda em 2014. A revanche entre Jones e Gustafsson foi marcada pelo UFC e o combate aconteceria no dia 27 de Setembro de 2014 no UFC 178. Porém, após romper o menisco, Daniel Cormier foi escolhido como substituto imediato, tendo o público de MMA de esperar um pouco mais para ver uma das revanches mais aguardadas da história do Ultimate.

Gustafsson enfrentou o americano Anthony Johnson em 24 de Janeiro de 2015 no UFC on Fox: Gustafsson vs. Johnson. Ele foi derrotado por nocaute técnico no primeiro round, o que foi considerado uma grande zebra.

Gustafsson agora é esperado para enfrentar o também ex-desafiante Glover Teixeira em 20 de Junho de 2015 no UFC Fight Night: Gustafsson vs. Teixeira.

Cartel no MMA[editar | editar código-fonte]

Res. Cartel Oponente Método Evento Data Round Tempo Local Notas
Brasil Glover Teixeira UFC Fight Night: Gustafsson vs. Teixeira 20/06/2015 Alemanha Berlim
Derrota 16-3 Estados Unidos Anthony Johnson Nocaute Técnico (socos) UFC on Fox: Gustafsson vs. Johnson 24/01/2015 1 2:15 Suécia Estocolmo
Vitória 16-2 Inglaterra Jimi Manuwa Nocaute Técnico (joelhada e socos) UFC Fight Night: Gustafsson vs. Manuwa 08/03/2014 2 1:18 Inglaterra Londres Luta e Performance da Noite.
Derrota 15-2 Estados Unidos Jon Jones Decisão (unânime) UFC 165: Jones vs. Gustafsson 21/09/2013 5 5:00 Canadá Toronto, Ontario Pelo Cinturão Meio Pesado do UFC; Luta da Noite; Luta do Ano.
Vitória 15-1 Brasil Maurício Shogun Decisão (unânime) UFC on Fox: Henderson vs. Diaz 08/12/2012 3 5:00 Estados Unidos Seattle, Washington
Vitória 14–1 Brasil Thiago Silva Decisão (unânime) UFC on Fuel TV: Gustafsson vs. Silva 14/04/2012 3 5:00 Suécia Estocolmo
Vitória 13–1 Bielorrússia Vladimir Matyushenko Nocaute Técnico (socos) UFC 141: Lesnar vs. Overeem 30/12/2011 1 2:13 Estados Unidos Las Vegas, Nevada
Vitória 12–1 Estados Unidos Matt Hamill Nocaute Técnico (socos e cotoveladas) UFC 133: Evans vs. Ortiz 06/08/2011 2 3:34 Estados Unidos Philadelphia, Pennsylvania
Vitória 11–1 Nova Zelândia James Te-Huna Finalização (mata leão) UFC 127: Penn vs. Fitch 27/02/2011 1 4:27 Austrália Sydney
Vitória 10–1 França Cyrille Diabaté Finalização (mata leão) UFC 120: Bisping vs. Akiyama 16/10/2010 2 2:41 Inglaterra Londres
Derrota 9–1 Estados Unidos Phil Davis Finalização (anaconda) UFC 112: Invincible 10/04/2010 1 4:55 Emirados Árabes Unidos Abu Dhabi
Vitória 9–0 Estados Unidos Jared Hamman Nocaute (soco) UFC 105: Couture vs. Vera 14/11/2009 1 0:41 Inglaterra Manchester Estréia no UFC.
Vitória 8–0 Ucrânia Vladimir Shemarov Nocaute Técnico (socos) Superior Challenge 3 30/05/2009 1 2:37 Suécia Estocolmo
Vitória 7–0 Espanha Pedro Quetglas Nocaute Técnico (socos) The Zone FC: Shockwave 08/11/2008 1 2:08 Suécia Gotemburgo
Vitória 6–0 Polónia Krzysztof Kulak Decisão (unânime) KSW - Extra 13/09/2008 2 5:00 Polónia Dąbrowa Górnicza
Vitória 5–0 Itália Matteo Minonzio Nocaute Técnico (socos) The Zone FC: Showdown 10/05/2008 1 3:52 Suécia Gotemburgo
Vitória 4–0 Alemanha Florian Muller Nocaute Técnico (socos) Fite Selektor 13/03/2008 2 3:44 Emirados Árabes Unidos Dubai
Vitória 3–0 Alemanha Farbod Fadami Nocaute Técnico (socos) The Zone FC 09/02/2008 1 2:31 Suécia Estocolmo
Vitória 2–0 Finlândia Mikael Haydari Nocaute Técnico (socos) FinnFight 15/12/2007 1 0:50 Finlândia Turku
Vitória 1–0 Finlândia Saku Heikola Finalização (mata leão) Shooto 17/11/2007 2 3:42 Finlândia Lahti

Títulos e Feitos[editar | editar código-fonte]

Mixed martial arts[editar | editar código-fonte]

Boxe Amador[editar | editar código-fonte]

  • Peso-pesado sueco (+91 kg/200 lbs) Campeão de Boxe Amador[26]
  • 2009 Tensta Boxe Open Vencedor dos Pesos-pesados[27]
  • 2009 KP Vencedor da Copa de Pesos-pesados de boxe[28]

Submissão[editar | editar código-fonte]

  • Grapplers Paradise 4 −99 kg (−218 lbs) Vencedor[29]

Referências

  1. http://www.mmajunkie.com/news/2013/09/jon-jones-not-out-of-reach-says-ufc-165-title-challenger-alexander-gustafsson
  2. UFC.com (Fevereiro, 2013). Light Heavyweight MMA Top 10.
  3. http://sportv.globo.com/site/combate/noticia/2013/09/gustafsson-quebra-mitos-mas-jon-jones-vence-no-sufoco-em-grande-luta.html
  4. http://sports.yahoo.com/news/mma--ufc-165-jon-jones-gritty-win-over-alexander-gustafsson-073016018.html
  5. http://www.lasvegassun.com/news/2013/sep/22/jon-jones-alexander-gustafsson-could-reprise-insta
  6. http://www.mmamania.com/2013/9/22/4757104/ufc-165-results-jon-jones-glover-teixeira-rematch-alexander-gustafsson-mma
  7. http://www.mmaweekly.com/jon-jones-found-his-foil-at-ufc-165-but-will-ufc-make-the-rematch-with-alexander-gustafsson
  8. http://sportv.globo.com/site/combate/noticia/2014/01/recordes-do-ufc-quebrados-em-2013-tem-belfort-gsp-jones-e-mais-confira.html
  9. http://sportv.globo.com/site/combate/noticia/2014/02/chris-weidman-bate-belfort-e-e-eleito-o-lutador-do-ano-no-oscar-do-mma.html
  10. EA Sports UFC cover: Alexander Gustafsson joins Jon Jones mmafighting.com (2013-12-13).
  11. MMA Fight of the Year: Jones-Gustafsson espn.go.com (2014-01-04).
  12. Sherdog.com's 2013 Fight of the Year sherdog.com (2013-01-09).
  13. Fight of the Year 2013: Alexander Gustafsson vs Jon Jones at UFC 165 mmafighting.com (2014-01-02).
  14. MMAInsider's 2013 Annual Awards: The Results mmainsider.net (2013-12-27).
  15. 2013's Fight of the Year: Jon Jones vs Alexander Gustafsson foxsports.com (2013-12-27).
  16. 2013 MMA awards: Fight of the Year sports-yahoo.com (2014-01-02).
  17. 2013 Fight of the Year: Jon Jones vs Alexander Gustafsson mmaweekly.com (2014-01-08).
  18. MMAjunkie's 2013 MMA Awards: Jon Jones vs Alexander Gustafsson named Fight of the Year mmajunkie.com (2014-01-10).
  19. 2013 MMA Awards mmanuts.com (2013-12-30).
  20. 2013 MMA Valor Year end Awards mmavalor.com (2013-12-31).
  21. 2013 Awards: Fight of the Year - Jon Jones vs Alexander Gustafsson at UFC 165 themmacorner.com (2014-01-02).
  22. Nordic MMA Awards 2011 mmaviking.com (2011-12-26).
  23. 2012 Nordic Fighter of the Year - Alexander Gustafsson mmaviking.com (2013-01-16).
  24. 2013 Fight of the Year - Gustafsson versus Jones at UFC 165 mmaviking.com (2013-12-22).
  25. 2013 Year-End MMA Awards - Fight of the Year mmatorch.com (2014-01-03).
  26. The Mauler won again fightermag.se (2009-02-28).
  27. Alexander Gustafsson winner at Tensta Box Open in Sweden shootersmma.com (2009-03-01).
  28. MMA Gustafsson made temporarily comeback in boxing fightermag.se (2009-01-27).
  29. Você deve especificar url = ao usar a
    Predefinição:Citar web. Parâmetros disponíveis:

    {{citar web
    |url =             |ano =
    |titulo =          |mes =
    |acessodata =      |formato =
    |acessodiames =    |obra =
    |acessomesdia =    |publicado =
    |acessoano =       |paginas =
    |autor =           |lingua =
    |ultimo =          |doi =
    |primeiro =        |arquivourl =
    |autorlink =       |arquivodata =
    |coautores =       |citacao =
    |data =
    }}
    
    (21 September 2008).

Ligações Externas[editar | editar código-fonte]

Perfil Oficial no UFC