Alexandra Nikolaevna da Rússia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Alexandra de Hesse-Cassel
Princesa-herdeira de Hesse-Cassel
Grã-duquesa da Rússia
Princesa-Herdeira de Hesse-Cassel
Período 28 de Janeiro de 1844 - 10 de Agosto de 1844
Predecessor Luísa Carlota da Dinamarca
Sucessor Ana da Prússia
Cônjuge Frederico Guilherme de Hesse-Cassel
Descendência
Guilherme de Hesse-Cassel
Pai Nicolau I da Rússia
Mãe Carlota da Prússia
Nascimento 24 de junho de 1825
São Petersburgo, Império Russo
Morte 10 de agosto de 1844 (19 anos)
São Petersburgo, Império Russo

Alexandra Nikolaevna da Rússia (24 de junho de 182510 de agosto de 1844) foi a filha mais nova do czar Nicolau I da Rússia e da sua esposa, a czarina Alexandra Feodorovna (Carlota da Prússia).

Infância e juventude[editar | editar código-fonte]

Alexandra Nikolaevna recebeu o nome em honra da sua tia paterna, a grã-duquesa Alexandra Pavlovna da Rússia, mas, na família, era conhecida por “Adini”. Segundo relatos da época, Alexandra era a filha favorita do pai. De acordo com as memórias da sua irmã mais velha, Olga, o seu pai afirmava que a sua filha mais nova era a única que tinha herdado “o aspecto prussiano” da mãe. Também se diz que se parecia muito com a sua avó, a rainha Luísa da Prússia. Nicolau descrevia afectuosamente Adini como “um pouco ingénua, mas muito gentil”.

Alexandra era conhecida na sociedade de São Petersburgo, tanto pela sua beleza como pela sua personalidade alegre. Além disso era também a artista musical da família. Era uma estudante séria de música vocal e teve talento suficiente para se qualificar para lições da famosa soprano Henriette Sontag.

Casamento[editar | editar código-fonte]

Retrato de Alexandra Nikolaevna

No dia 28 de Janeiro de 1844, Alexandra casou-se com o príncipe Frederico Guilherme de Hesse-Cassel em São Petersburgo. O seu marido era o único filho do príncipe Guilherme de Hesse-Cassel e da princesa Luísa Carlota da Dinamarca. “Fritz”, como era conhecido, tinha ido a São Petersburgo com a intenção de noivar a irmã mais velha de Alexandra, Olga, mas apaixonou-se por ela logo na primeira noite passada com a família. Apesar de Olga ser a filha mais velha e também gostar de Fritz, afastou-se graciosamente para ajudar a sua irmã mais nova e até ajudou o jovem casal quando este queria passar tempo junto, longe dos olhares da corte. Depois o imperador e a imperatriz deram permissão para que Alexandra e Frederico se casassem.

Morte[editar | editar código-fonte]

Alexandra adoeceu gravemente com Tuberculose depois do casamento, o que trouxe complicações à gravidez que se seguiu pouco depois. Nunca esteve totalmente saudável para se mudar com o marido para Hesse. O casal permaneceu em São Petersburgo onde a sua saúde piorou rapidamente.

A grã-duquesa entrou em trabalho de parto prematuramente, três meses antes do previsto e deu à luz um filho, Guilherme. O bebé morreu pouco depois de ter nascido e a sua mãe seguiu-o poucas horas depois nesse mesmo dia. Os seus pais ficaram devastados com a morte da sua filha mais nova e permaneceriam em luto até ao fim das suas vidas.

Alexandra foi enterrada na Fortaleza de Pedro e Paulo com o seu bebé nos braços.

Dez anos depois da sua morte, Frederico casou-se com a prima de Alexandra, a princesa Ana da Prússia. Eventualmente tornou-se chefe da Casa de Hesse-Cassel. Apesar de terem seis filhos juntos, o casal nunca foi muito chegado, e especulou-se que uma das razões para isso era o facto de Frederico nunca ter conseguido esquecer a sua primeira esposa.

Nos jardins do Palácio de Peterhof, perto de São Petersburgo, existe um banco memorial com uma pequena escultura de Alexandra. Os seus quartos no palácio foram também mantidos da mesma forma que ela os deixou antes de morrer.

Um tecido adornado com seis diamantes que chegou a Hesse entre o guarda-roupa de Alexandra foi transformado numa tiara por volta de 1900. Esta tiara é agora usada tradicionalmente pelas noivas de Hesse, sendo que a última a usá-la foi Floria de Faber-Castell em 2003, quando se casou com Donatus, príncipe-herdeiro de Hesse.

Genealogia[editar | editar código-fonte]

Os antepassados de Alexandra Nikolaevna da Rússia em três gerações
Alexandra Nikolaevna da Rússia Pai:
Nicolau I da Rússia
Avô paterno:
Paulo I da Rússia
Bisavô paterno:
Pedro III da Rússia
Bisavó paterna:
Catarina, a Grande
Avó paterna:
Maria Feodorovna (Sofia Doroteia de Württemberg)
Bisavô paterno:
Frederico II Eugénio de Württemberg
Bisavó paterna:
Sofia Doroteia de Brandemburgo-Schwedt
Mãe:
Alexandra Feodorovna (Carlota da Prússia)
Avô materno:
Frederico Guilherme III da Prússia
Bisavô materno:
Frederico Guilherme II da Prússia
Bisavó materna:
Frederica Luísa de Hesse-Darmstadt
Avó materna:
Luísa de Mecklemburgo-Strelitz
Bisavô materno:
Carlos II de Mecklemburgo-Strelitz
Bisavó materna:
Frederica de Hesse-Darmstadt

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Hesse: A Princely German Collection. Catalog of exhibition at the Portland Art Museum, 2005. John E. Buchanan, Jr., Director, The Marilyn H. and Dr. Robert B. Pamplin, Jr. Collection.
  • Olga, Queen of Wuerttemberg. Traum der Jugend goldener Stern. Günther Neske Verlag, 1955.
Commons
O Commons possui imagens e outros ficheiros sobre Alexandra Nikolaevna da Rússia