Alexandre de Württemberg

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Alexandre de Württemberg
Duque de Württemberg
Cônjuge Antonieta de Saxe-Coburgo-Saalfeld
Descendência
Maria de Württemberg
Alexandre de Württemberg
Ernesto de Württemberg
Frederico Guilherme de Württemberg
Pai Frederico Eugénio II, Duque de Württemberg
Mãe Sofia Doroteia de Brandemburgo-Schwedt
Nascimento 5 de maio de 1771
Montbéliard, Sacro Império Romano-Germânico
Morte 4 de julho de 1833 (62 anos)
Gota, Alemanha

Alexandre de Württemberg (5 de Maio de 1771 - 4 de Julho de 1833) foi um duque de Württemberg.

Família[editar | editar código-fonte]

Alexandre era o décimo primeiro filho do duque Frederico II Eugénio de Württemberg e da marquesa Sofia Doroteia de Brandemburgo-Schwedt. Entre os seus irmãos estavam o rei Frederico I de Württemberg, a duquesa Sofia Doroteia de Württemberg, esposa do czar Paulo I da Rússia e a duquesa Isabel de Württemberg, esposa do imperador Francisco I da Áustria. Os seus avós paternos eram o duque Carlos Alexandre de Württemberg e a princesa Maria Augusta de Thurn e Taxis. Os seus avós maternos eram o marquês Frederico Guilherme de Brandemburgo-Schwedt e a princesa Sofia Doroteia da Prússia.[1]

Serviço Militar[editar | editar código-fonte]

Áustria[editar | editar código-fonte]

Alexandre começou por prestar serviço militar no exército de Württemberg como coronel no dia 21 de Abril de 1721 e foi depois transferido para o exército austríaco durante a campanha militar contra a França entre 1796 e 1799, tendo participado nas batalhas de Rastadt, Wurtzburg, Offenbach, Stockach e Zurique.[2] Tornou-se general-major e tenente marechal-de-campo no exército austríaco em 1798.

Rússia[editar | editar código-fonte]

No mesmo ano, conheceu Alexander Suvorov e aceitou a sua sugestão para se juntar ao Exército Imperial Russo como tenente-general e chefe do regimento de couraceiros de Riga que, em Agosto de 1800, foi reorganizado e tornou-se no regimento dos dragões de Riga com Alexandre a ser promovido a general de cavalaria. Em 1811 foi nomeado Governador Militar da Bielorrússia.

Durante a campanha militar de 1812, prestou serviço no quartel-general do primeiro exército ocidental e lutou em Vitebsk, Smolensk, Borodino, Tarutino (onde recebeu a Ordem de São Jorge, 3.ª classe), Maloyaroslavets, Vyazma e Krasnyi. Em 1813, comandou o Cerco de Danzig pelo qual recebeu a espada dourada e a Ordem de São Jorge (2.ª classe). Depois da guerra regressou à Bielorrússia e ao seu regimento.

Em 1822, tornou-se chefe do departamento de comunicações e deu inicio a vários projectos para a construção de canais de rios na Rússia ocidental. Em 1826 foi nomeado chefe do regimento de couraceiros de Ekaterinoslav e membro do conselho de estado, mas regressou ao regimento dos dragões de Riga em 1827. Em 1832 pediu dispensa do serviço e deixou a Rússia para sempre a 24 de Novembro.

Casamento e Descendência[editar | editar código-fonte]

Alexandre casou-se a 17 de Novembro de 1798 com a duquesa Antonieta de Saxe-Coburgo-Saalfeld. O casal viveu na Rússia durante muitos anos e foi lá que nasceram todos os seus cinco filhos:

Genealogia[editar | editar código-fonte]

Os antepassados de Alexandre de Württemberg em três gerações
Alexandre de Württemberg Pai:
Frederico Eugénio II, Duque de Württemberg
Avô paterno:
Carlos Alexandre de Württemberg
Bisavô paterno:
Frederico Carlos de Württemberg-Winnental
Bisavó paterna:
Leonor Juliana de Brandemburgo-Ansbach
Avó paterna:
Maria Augusta de Thurn e Taxis
Bisavô paterno:
Anselmo Francisco, 2.º Príncipe de Thurn e Taxis
Bisavó paterna:
Maria Ludovica Ana Francisca de Lobkowicz
Mãe:
Sofia Doroteia de Brandemburgo-Schwedt
Avô materno:
Frederico Guilherme de Brandemburgo-Schwedt
Bisavô materno:
Filipe Guilherme de Brandemburgo-Schwedt
Bisavó materna:
Joana Carlota de Anhalt-Dessau
Avó materna:
Sofia Doroteia da Prússia
Bisavô materno:
Frederico Guilherme I da Prússia
Bisavó materna:
Sofia Doroteia de Hanôver

Referências

  1. The Peerage
  2. p.448, Mikaberidze