Alfa e ómega

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Labarum
Brasão do episcopado anglicano de Trinidad (Caraíbas)

Alfa e ómega" são, respetivamente, a primeira e última letras do alfabeto grego clássico (jónico) (α e ω, dito como «το 'Αλφα και το Ωμέγα»).

A tradição cristã[1] assimila frequentemente Jesus Cristo[2] e Deus[3] ao alfa e ómega. Este conjunto simboliza a eternidade de Deus ou Cristo, que :[4]

O jesuíta Pierre Teilhard de Chardin tomou esta metáfora na sua apresentação do ω como final da evolução humana, associado ao α da criação.

Citações[editar | editar código-fonte]

  • Livro de Isaías 44:6 - …Eu era o primeiro, e Eu sou o último, e fora de Mim não há Deus.
  • Apocalipse 1:8 - Eu sou o Alfa e o Ómega, o princípio e o fim, diz o Senhor, que é, e que era, e que há de vir, o Todo-Poderoso.

Referências

  1. Gauding, Madonna. The signs and symbols bible : the definitive guide to mysterious markings. [S.l.]: terling Pub. Co, New York, NY,2009. 84 pp. 9781402770043.
  2. CCEL.org
  3. Barnes’ Notes on the New Testament (Notas Sobre o Novo Testamento, de Barnes; 1974
  4. alfa e omega refere-se ao Deus Jeová de acordo com a bíblia