Alfabeto cirílico sérvio

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Este artigo ou se(c)ção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo. Por favor, adicione mais referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

O alfabeto cirílico sérvio (em sérvio: српска/Вукова ћирилица, srpska/Vukova ćirilica, literalmente "alfabeto cirílico sérvio/de Vuk") é um dos dois alfabetos utilizados para a escrita do idioma sérvio - o outro é o alfabeto latino (em sérvio: latinica, латиница ). É uma adaptação do alfabeto cirílico especialmente para o sérvio, e foi desenvolvida em 1818 pelo linguista sérvio Vuk Karadžić. O alfabeto foi adotado oficialmente em 1868.[carece de fontes?]

Karadžić baseou seu alfabeto no cirílico, a partiro do princípio simples de "escrever como se fala e ler como se escreve" (em sérvio: Пиши као што говориш и читај како је написано, Piši kao što govoriš i čitaj kako je napisano). Os alfabetos cirílicos e latinos usados no sérvio são quase que inteiramente intercambiáveis, com determinados dígrafos do latino, como Lj, Nj, e Dž contando como letras individuais.

O alfabeto cirílico é visto como mais tradicional, e tem o status de oficial na Sérvia e na Republika Srpska ("República Sérvia", parte da Bósnia e Herzegóvina). No decorrer do século XX o alfabeto latino passou a ser usado com mais frequência, especialmente em Montenegro, onde é predominante atualmente. O alfabeto cirílico também tem status oficial na Bósnia e Herzegóvina, a nível federal, no distrito de Brčko e na Federação da Bósnia e Herzegóvina.

O alfabeto cirílico sérvio também era uma das duas formas de escrita oficiais utilizadas para escrever o idioma servo-croata, utilizado na Iugoslávia desde a sua criação, em 1918, apesar de tentativas do rei Alexandre da Iugoslávia de abolir a sua versão cirílica. Com o colapso da República Socialista Federativa da Iugoslávia, na década de 1990, o servo-croata deixou de ser utilizado oficialmente.

O alfabeto cirílico sérvio, juntamente com as obras de Krste Misirkov e Venko Markovski, foi utilizado como base para o alfabeto macedônio.

O alfabeto[editar | editar código-fonte]

A seguinte tabela mostra as formas maiúsculas e minúsculas do alfabeto cirílico sérvio, juntamente com o seu equivalente no alfabeto latino sérvio e no alfabeto fonético internacional para cada letra:

Alfabeto cirílico
Alfabeto latino
AFI
А а
A
/a/
Б б
B
/b/
В в
V
/ʋ/
Г г
G
/g/
Д д
D
/d/
Ђ ђ
Đ
/dʑ/
Е е
E
/ɛ/
Ж ж
Ž
/ʒ/
З з
Z
/z/
И и
I
/i/
Alfabeto cirílico
Alfabeto latino
AFI
Ј ј
J
/j/
К к
K
/k/
Л л
L
/l/
Љ љ
Lj
/ʎ/
М м
M
/m/
Н н
N
/n/
Њ њ
Nj
/ɲ/
О о
O
/ɔ/
П п
P
/p/
Р р
R
/r/
Alfabeto cirílico
Alfabeto latino
AFI
С с
S
/s/
Т т
T
/t/
Ћ ћ
Ć
/tɕ/
У у
U
/u/
Ф ф
F
/f/
Х х
H
/x/
Ц ц
C
/ts/
Ч ч
Č
/tʃ/
Џ џ

/dʒ/
Ш ш
Š
/ʃ/

O alfabeto cirílico sérvio cursivo está ilustrado abaixo (a ordem das letras corresponde à utilizada na tabela anterior):

Serbian Cyrillic Cursive.png

Letras exclusivas do alfabeto cirílico sérvio[editar | editar código-fonte]

Dicionário sérvio de Vuk Stefanović Karadžić, impresso em 1818.

As ligaduras <Љ> e <Њ>, juntamente com <Џ>, <Ђ> e <Ћ> foram desenvolvidas exclusivamente para o idioma sérvio.

Diferenças com outras versões do cirílico[editar | editar código-fonte]

Letras no alfabeto cirílico comum (esquerda), no itálico russo (meio) e no itálico sérvio (direita).
  • O alfabeto cirílico sérvio não utiliza nem o "sinal forte" russo/búlgaro ă (ъ) nem o "sinal suave" (ь), porém o utiliza nas ligaduras mencionadas anteriormente.
  • O alfabeto cirílico sérvio não apresenta o Э do russo e do bielorrusso, as semivogais Й e ў, nem as letras palatalizadas Я, Є (o e ucraniano), Ї (yi), Ё (yo russo) ou Ю (yu), e todos estes fonemas são grafados como duas letras separadas: Ja, Je, Jи, Jo, Jy. O J é usado como semivogal.
  • A letra Щ não é utilizada. Quando necessário, é transliterada tanto como ШЧ (em palavras de origem eslávica-oriental) ou ШT (em palavras de origem búlgara).
  • As formas itálicas e cursivas das letras minúsculas б, п, г, д, т e ш, no sérvio e no macedônio diferem consideravelmente das formas utilizadas em outros alfabetos cirílicos. Isto pode oferecer um problema para os modelos Unicode, na medida em que os caracteres diferem apenas nas sua versões em itálico, e historicamente as letras não-itálicas foram sempre usadas nas mesmas posições no código. A tipografia profissional sérvia utiliza fontes criadas especialmente para o idioma, para contornar o problema, porém textos escritos na maioria dos computadores ainda oferecem problemas.[1]

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]