Alfred William Bennett

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Alfred William Bennett ( Clapham, Londres, 24 de junho de 1833 – Londres, 23 de janeiro de 1902 ) foi um botânico britânico.

Era filho de William e de Elizabeth Bennett. Obteve seu título de bacharel em artes com menção especial em química e botânica na Universidade de Londres em 1853; seu título de mestre em artes em 1855 e seu bacharelato em ciências em 1858. Casou-se no mesmo ano com Katherine Richardson.

De 1858 a 1868, instalou-se como livreiro. Tornou-se tutor da família de Gurney Barclay em 1868, e começou a dar cursos de botânica na Faculdade Bedford e no Hospital St Thomas. Foi assistente de Sir Joseph Norman Lockyer (1836-1920) de 1870 a 1874.

Foi membro da Sociedade Linneana de Londres e da "Sociedade Real de Microscopia". É o autor da A Narrative of a Journey in Ireland ( 1847), com George Robert Milne Murray (1858-1911), de Handbook of Cryptogamic Botany ( 1889) e da Flora of Alpes ( dois volumes, 1896-1897). Traduziu com William Turner Thiselton Dyer (1843-1928) a obra Lehrbuch der Botanik de Julius von Sachs (1832-1897) e, ainda, foi editor do Jornal da Sociedade Real de Microscopia a partir de 1897. É o autor de numerosos trabalhos sobre os criptógamas, sobre as algas de água doce, sobre polinização e sobre as plantas dos Alpes.



Wikipedia-pt-hist-cien-logo.png Portal de história da ciência. Os artigos sobre história da ciência, tecnologia e medicina.