Alfred von Arneth

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Alfred von Arneth
Nascimento 10 de julho de 1819
Viena
Morte 30 de julho de 1897 (78 anos)
Viena
Nacionalidade Áustria austríaca
Ocupação historiador, político

Alfred Ritter von Arneth (Viena, 10 de julho de 1819 – Viena, 30 de julho de 1897) foi um historiador e político austríaco.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Arneth nasceu em Viena, filho do Joseph von Arneth (1791-1863) e da atriz de teatro Antonie Adamberger (1790-1867). Seu pai foi um conhecido historiador e arqueólogo, que escreveu a história do Império Austríaco (Viena, 1827) e diversas obras sobre numismática e irmão do Doutor Franz Hektor von Arneth (1818-1907).

Alfred Arneth estudou Direito, e após formar-se em 1841, tornou-se funcionário dos arquivos do Estado austríaco, onde em 1868, foi nomeado guardião. Era um liberal moderado na política e um defensor da unidade alemã. Como tal, foi eleito para o Parlamento de Frankfurt em 1848. Em 1861 se tornou membro da Dieta da Baixa Áustria e em 1869 foi nomeado para a Câmara alta austríaca (Reichsrat). Em 1879, foi nomeado presidente da Kaiserliche Academie der Wissenschaften (Academia de Ciências) em Viena, e em 1896 sucedeu Heinrich von Sybel como presidente da comissão histórica em Munique.

Von Arneth foi um trabalhador incansável, e, como diretor dos arquivos, a sua vontade de ouvir os conselhos de especialistas, bem como o seu próprio bom senso, ajudaram a promover um tratamento mais científico e o uso dos registros públicos na maior parte do arquivos da Europa. Era conhecido por seu temperamento científico e por se utilizar de fontes originais.

Alfred von Arneth casou em 30 de maio de 1844 com Nina von Schäfer, filha de um médico. Sua única filha, Auguste (1845-1912), casou em 1867 com Otto Freiherrn von Eiselsberg (1834-1896).[1]

Publicações[editar | editar código-fonte]

  • Leben des Feldmarschalls Grafen Guido Starhemberg (Viena, 1863)
  • Prinz Eugen von Savoyen (3 volumes, Viena, 1864)
  • Gesch. der Maria Theresa (10 volumes, Viena, 1863-1879)
  • Maria Theresa u. Marie Antoinette, ihr Briefwechsel (Viena, 1866)
  • Marie Antoinette, Joseph II. and Leopold II., ihr Briefwechsel (1866)
  • Maria Theresa and Joseph II., ihre Korrespondenz samt Briefen Josephs an seinen Bruder Leopold (3 volumes, 1867)
  • Beaumarchais and Sonnenfels (1868)
  • Joseph II. and Katharina von Russland, ihr Briefwechsel (1869)
  • Johann Christian Barthenstein and seine Zeit (1871)
  • Joseph II. und Leopold von Toskana, ihr Briefwechsel (2 volumes, 1872)
  • Briefe der Kaiserin Maria Theresa an ihre Kinder and Freunde (4 volumes, 1881)
  • Marie Antoinette: Correspondance secrète entre Marie-Thérése et le comte de Mercy-Argenteau (3 volumes, Paris, 1875), em colaboração com Auguste Geoffroy
  • Graf Philipp Cobenzl und seine Memoiren (1885)
  • Correspondance secrète du comte de Mercy-Argenteau avec l'empereur Joseph IL et Kaunitz (2 volumes, 1889-1891), em colaboração com Jules Flammermont
  • Anton Ritter von Schmerling. Episoden aus seinem Leben 1835, 1848-1849 (1895)
  • Johann Freiherr von Wessenberg, ein österreichischer Staatsmann des 19. Jahrh. (2 volumes, 1898).

Arneth publicou também em 1893 dois volumes das suas primeiras reminiscências, sob o título Aus meinem Leben.

Notas

  1. Archiv der Österreichischen Akademie der Wissenschaften: Auguste-von-Eiselsberg-Legat. Archivbehelf. Viena (2007). – Texto online (PDF; 68 kB).

Referências