Alice Bailey

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Alice LaTrobe Bateman, mais conhecida como Alice A. Bailey (Manchester, 16 de Junho de 188015 de Dezembro de 1949) foi uma pesquisadora e escritora teosófica inglesa.

Vida[editar | editar código-fonte]

Mudou-se para os Estados Unidos em 1907, onde permaneceu até morrer em 1949. Após divorciar-se de um ministro anglicano, tornou-se teosofista e autora de misticismo, desencadeando um movimento esotérico internacional. Em 1922, Bailey iniciou a Lucis Trust Publishing Company; em 1923, a Escola Arcana e em 1932 o Movimento Internacional da Boa Vontade.

É uma das herdeiras da escola teosófica fundada pela esoterista russa Mme.Helena Blavatsky. No outono de 1919 foi contatada pelo mestre tibetano Djwhal Khul e desse encontro surgiram os 24 livros, escritos entre 1919 a 1949.

A obra de Bailey causou divisão dentro do movimento teosófico, surgindo ramificações como a Escola Arcana para seguir e difundir suas idéias.

Os escritos de Bailey foram objeto de controvérsia: possuía visões estereotipadas contra negros, judeus, casamento inter-raciais, além de combater as religiões cristãs e judaicas [1]

Obra literária[editar | editar código-fonte]

Livros de A. Bailey e Djwhal Khul[editar | editar código-fonte]

  • Iniciação, humana e solar, 1922.
  • Cartas sobre meditação ocultista, 1922.
  • Tratado sobre o Fogo Cósmico, 1925.
  • Tratado sobre Magia Branca, 1925.
  • A luz da alma: os Yoga sutras de Patanjali (comentários de Alice Bailey), 1927.
  • Os discípulos na nova era, Tomo I - 1944
  • Os discípulos na nova era, Tomo II - 1955
  • Os problemas da humanidade, 1947
  • A reaparição de Cristo, 1948
  • O destino das nações, 1949
  • Miragens: um problema mundial, 1950
  • Telepatia e o veículo etérico, 1950
  • A educação da nova era, 1954
  • A exteriorização da Hierarquia, 1957.
  • Uma grande aventura, a morte, 1950.
  • Tratado sobre los siete rayos:
    • Vol. 1: Psicologia esotérica I, 1936.
    • Vol. 2: Psicologia esotérica II, 1942.
    • Vol. 3: Astrologia esotérica, 1951.
    • Vol. 4: Cura esotérica, 1953.
    • Vol. 5: Os raios e as iniciações, 1960.

Escritos de Bailey[editar | editar código-fonte]

  • A consciência do átomo, 1922
  • A alma e o seu mecanismo, 1930
  • Do intelecto à intuição, 1932
  • De Belém ao Calvário, 1937
  • Autobiografia inacabada, 1951
  • Os trabalhos de Hércules.
  • Os trabalhos de Hércules: uma interpretação astrológica.

Referências

  1. ^ "Alice Bailey'S Antisemitism". Pinenet.com. Retrieved 2009-11-20.;Penn, Lee (2004). False Dawn: The United Religions Initiative, Globalism, and the Quest for a One World Religion. Sophia Perennis. pp. 267–268, 273, 299. ISBN 159731000X.; Miller, Elliott (1989). A Crash Course on the New Age Movement: Describing and Evaluating a Growing Movement. Baker Book House. p. 197. ISBN 0801062489.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.