Alice Brady

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Text document with red question mark.svg
Este artigo ou secção contém uma ou mais fontes no fim do texto, mas nenhuma é citada no corpo do artigo, o que compromete a confiabilidade das informações. (desde setembro de 2009)
Por favor, melhore este artigo introduzindo notas de rodapé citando as fontes, inserindo-as no corpo do texto quando necessário.


Alice Brady
Alice Brady (1916).
Nome completo Mary Rose Brady
Nascimento 2 de novembro de 1892
Nova Iorque, Nova Iorque
Nacionalidade Estados Unidos Estadunidense
Morte 28 de outubro de 1939 (46 anos)
Nova Iorque, Estados Unidos
Ocupação Atriz
Cônjuge James Crane (1919 - 1922)
Atividade 1911 – 1939
Oscares da Academia
Melhor atriz coadjvante
1938 - In Old Chicago
IMDb: (inglês)


Alice Brady (Nova Iorque, 2 de novembro de 1892Nova Iorque, 28 de outubro de 1939) foi uma atriz estadunidense, vencedora do Oscar de melhor atriz (coadjuvante/secundária) por sua performance no filme In Old Chicago, dirigido em 1937 por Henry King. Ela iniciou sua carreira no cinema mudo e conseguiu permanecer no ramo após a transição para os filmes falados. Trabalhou até seis meses antes de sua morte por câncer em 1939.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Alice nasceu como Mary Rose Brady em Nova Iorque em 2 de novembro de 1892 e se interessou pela profissão de atriz desde cedo. Seu pai, William Aloysius Brady, foi um importante produtor teatral e ela conseguiu seu primeiro trabalho na Broadway em 1911, aos 18 anos de idade, numa das peças produzidas por ele. Ela continuou a atuar no local - principalmente nas peças do pai - de forma consistente por 22 anos. Em 1931, atuou na famosa peça Mourning Becomes Electra de Eugene O'Neill.

O pai de Alice passou a produzir filmes em 1913, e ela logo seguiu os passos dele, fazendo sua primeira aparição em As Ye Sow de 1914. Nos dez anos seguintes, Alice atuou em mais de 50 filmes mudos, enquanto ainda se apresentava nos palcos de Nova Iorque, uma vez que a indústria cinematográfica ainda era baseada nessa cidade à época.

Em 1923, ela deixou de atuar em filmes para se concentrar em seu trabalho nos palcos. Em 1933, Alice se mudou para Hollywood e voltou a atuar no cinema. Seu primeiro trabalho, após dez anos afastada da indústria cinematográfica, foi em When Ladies Meet. Daí para frente, ela atuou de maneira frequente até sua morte, fazendo 25 filmes em sete anos. Sua última atuação foi em Young Mr. Lincoln, cinebiografia de Abraham Lincoln dirigida por John Ford em 1939.

Prêmios[editar | editar código-fonte]

Por sua atuação como Molly O'Leary em In Old Chicago, Alice recebeu o Oscar de melhor atriz (coadjuvante/secundária). Ela tinha sido indicada ao mesmo prêmio no ano anterior por sua performance como Angelica Bullock em My Man Godfrey, talvez sua personagem mais conhecida junto ao público.

Na cerimônia de entrega do Oscar, a estatueta de Alice foi roubada por um homem não-identificado que subiu ao palco para receber o prêmio como representante da atriz, ausente da cerimônia. A estatueta nunca foi recuperada e o impostor nunca foi descoberto. Alice veio a falecer antes que a Academia pudesse encomendar outra estatueta à atriz.

Filmografia parcial[editar | editar código-fonte]

Dentre os mais de 80 filmes em que a triz atuou, os mais notórios são:

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Precedida por:
Gale Sondergaard
por Anthony Adverse
Oscar de melhor atriz (coadjuvante/secundária)
por In Old Chicago

1938
Sucedida por:
Fay Bainter
por Jezebel


O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Alice Brady