Aline Wirley

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Aline Wirley
Informação geral
Nome completo Aline Wirley da Silva
Também conhecido(a) como Willy
Nascimento 18 de dezembro de 1981 (32 anos)
Origem São Paulo, SP
País  Brasil
Gênero(s) Pop, Samba, MPB
Ocupação(ões) Cantora, Atriz
Instrumento(s) Vocal
Período em atividade 2002–presente
Afiliação(ões) Rouge

Aline Wirley da Silva (São Paulo, 18 de dezembro de 1981), é uma atriz, cantora e compositora brasileira, conhecida por ser integrante do maior girl group brasileiro, Rouge, formado em 2002 dentro do reality show Popstars. Anteriormente utilizou como nomes artísticos Aline Willy e, posteriormente, Aline Silva, ambos deixados de lado a partir de 2009.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Aline nasceu em 18 de dezembro de 1981 em um subúrbio da cidade de São Paulo. Logo quando jovem se mudou para a cidade de Cachoeira Paulista assim que seus pais se separaram, indo morar com sua mãe e uma tia. Em 1996, aos 14 anos, começou a cantar no coral da igreja em que frequentava. A partir dos 16 anos passou à integrar uma banda de MPB e bossa nova que fazia apresentações em bares e churrascarias, aderindo um vasto repertório que incluia Tim Maia, Adriana Calcanhoto, Chico Buarque, Roberto Carlos e Elis Regina, seu maior ídolo. Com o tempo aprendeu noções básicas de inglês para incluir nos shows músicas de artistas internacionais como Celine Dion e Whitney Houston. Em 1999 deixou a família e se mudou para Taubaté com o sonho de fazer faculdade de Artes Cênicas, porém acabou tendo que trabalhar em diversos locais, desde vendedora até mesmo empregada doméstica para manter-se[1] .

2002–2005: Carreira com Rouge[editar | editar código-fonte]

Em 2002 Aline se inscreve para o reality show Popstars, junto com outras 30 mil candidatas. Para a segunda fase do programa , 6 mil foram selecionadas para a fase eliminatória no sambódromo de São Paulo onde fizeram avaliação de canto. Para a segunda fase, foram classificadas apenas 2 mil garotas. Nas fases seguintes, os jurados ficaram cada vez mais exigentes, desta forma, selecionando para as próximas etapas somente as garotas que realmente tinham condições de enfrentar a carreira de popstar. Após 5 fases eliminatórias, apenas 8 garotas foram classificadas para a etapa final que ocorreu na casa das Popstars. Depois da 6ª e última fase eliminatória concluída, a girl band brasileira foi finalmente formada por Lissah, Luciana Andrade, Aline Willy, Karin Hils e Fantine Thó. No mesmo ano foi lançado o primeiro álbum em estúdio, o homônio Rouge, alcançando a primeira posição e vendendo em torno de 2 milhões de cópias, recebendo o certificado de diamante pela ABPD. No mesmo ano o grupo lançou o primeiro álbum remix, intitulado Rouge Remixes, vendendo 150 mil cópias, recebendo certificado de ouro. Em 2003 o grupo lança o segundo álbum, C'est La Vie, vendendo em torno de 100 mil cópias apenas na primeira semana de lançamento[2] , vendendo em torno de 1 milhão de cópias.

Em fevereiro de 2004 Luciana Andrade deixa o grupo após constantes brigas com Fantine Thó, que em entrevista declarou não querer Luciana no grupo desde o reality show, além das denuncias de que as meninas ganhariam pouco, em torno de R$500 reais apenas por cada show, enquanto o resto ficaria para os empresários[3] . No mesmo ano o grupo, agora com quatro integrantes, lança o terceiro álbum, Blá Blá Blá, vendendo ao todo 600 mil cópias dando indícios de que o grupo já não se sustentaria sem uma das integrantes[4] . Em 2005 o grupo lança o quarto álbum, intitulado Mil e Uma Noites, trazendo sete sucessos dos álbuns anteriores mesclado com novas canções. O álbum vendeu em uma semana 50 mil cópias, e ao longo ano ano apenas 250 mil cópias, sendo que em janeiro de 2006 o grupo viria a se diluir. Até seu fim, o Rouge vendeu em torno de 6 milhões de cópias entre álbuns, DVDs e singles físicos, em menos de quatro anos de carreira[5] , emplacando grandes sucessos como "Ragatanga", "Brilha La Luna", "Um Anjo Veio Me Falar", "Não Dá Pra Resistir", "Beijo Molhado", "Blá blá blá, "Sem Você", "Vem Habib (Wala Wala)", dentre outros.

2006–presente: Carreira solo e teatro[editar | editar código-fonte]

No final de 2005 Aline grava uma participação no álbum ao vivo e DVD da banda de pop rock Lagunna, que viria a ser lançado em 2006, interpretando a canção "Minha Vez". Naquele momento a cantora passou a utilizar como nome artistico em carreira solo Aline Willy[6] . Ainda em 2006 começa a gravar algumas canções para seu próprio repertório, liberadas em seu Myspace. Em 2007 realiza participação no álbum do cantor de samba Leandro Lehart, ex-vocalista do Art Popular, na faixa "Amor Ferido", estando pela primeira vez sem seu antigo grupo em programas de televisão[7] . No final do ano seguinte, em 2008, passa nos testes para participar do musical O Soar da Liberdade, interpretando uma das protagonistas[8] . Na ocaisão a cantora havia mudado seu nome artístico para Aline Silva com objetivo de parecer mais popular.

Após três anos trabalhando em suas composições, enfim em 2 de fevereiro de 2009 lança seu primeiro álbum de estúdio intitulado Saudade do Samba. O trabalho, inspirado em Elis Regina e Chico Buarque e lançado por gravadora independente, focou nas rizes do samba e da MPB, deixando de lado a antiga música pop que realizava. O single homônio "Saudade do Samba" foi lançado logo em fevereiro daquele ano, porém foi a segunda música de trabalho, "Sufoco", que teve maior destaque ao ser incluida na trilha sonora da novela Mutantes: Promessas de Amor. No final de 2009 junto com sua amiga Karin Hils passa aintegrar o elenco da adaptação do musical da Broadway Hairspray, ganhando destaque por seu desempenho apesar do pequeno papel. A partir deste ano mudou seu nome artístico pela terceira vez para Aline Wirley, seu segundo sobrenome, a fim de soar mais sofisticado para os musicais. Entre 2010 e 2011 ganha destaque ao participar do renomado Hair, outra adaptação direto da Broadway[9] . Em 2012 entra para o elenco principal de Tim Maia: Vale Tudo, musical que relata em canções a vida e obra do cantor Tim Maia[10] .

Vida pessoal[editar | editar código-fonte]

Namora desde 2010 o ator Igor Rickli.

Discografia[editar | editar código-fonte]

Álbuns[editar | editar código-fonte]

Ano Álbum Detalhes
2009 Saudade do Samba
  • Álbum focado em composições com sonoridade entre samba e MPB. Lançado sob o nome artístico de Aline Silva[11] [12] .

Singles[editar | editar código-fonte]

Ano Single Posições Álbum
BRA
Hot 100
2009 "Saudade do Samba" Saudade do Samba
"Sufoco"
"—" denota singles que não entraram nas paradas.

Outras aparições[editar | editar código-fonte]

Ano Título Outro artista Álbum Ref.
2006 "Minha vez" Grupo Lagunna Introvivo [6]
2007 "Amor Ferido" Leandro Lehart Vem dançar o Mestiço [7]
2009 "Sufoco" Mutantes: Promessas de Amor

Teatro[editar | editar código-fonte]

Ano Título Personagem Ref.
2008–2009 O Soar da Liberdade Mia [8]
2009 Hairspray [9]
2010–2011 Hair Mary Janet [9]
2012–presente Tim Maia: Vale Tudo Zé Maurício [10]

Filmografia[editar | editar código-fonte]

Televisão
Ano Título Personagem Nota
2002 Popstars Participante / Ela mesma Reality show; Vencedora
2002 Rouge: A História Apresentadora
2003 Especial Romeu e Julieta — 3ª versão Amiga de Julieta Especial de final de ano com Hebe Camargo.
2005 Floribella Ela mesma 2 capítulos
2007 Dance Dance Dance Ela mesma 1 capítulo
2013 Fábrica de Estrelas Ela mesma Reality show no Multishow
Filmes
Ano Título Personagem Nota
2003 Xuxa Abracadabra Ela mesma Elenco de apóio
2005 Eliana em O Segredo dos Golfinhos Ela mesma Elenco de apóio

Referências

  1. Historias das Rouge: Conheca a historias das Rouge: História da Aline Pop Luciana. Página visitada em 18 de dezembro de 2010.
  2. Rouge na QUEM Revista Quem. Página visitada em 18 de dezembro de 2010.
  3. Luciana deixa o grupo Rouge Revista Quem. Página visitada em 18 de dezembro de 2010.
  4. Rouge pode acabar Terra. Página visitada em 18 de dezembro de 2010.
  5. Por Onde Anda: Rouge MSN Brasil. Página visitada em 18 de dezembro de 2010.
  6. a b Lagunna Lança” INTRO”, seu terceiro álbum Trama Virtual. Página visitada em 18 de dezembro de 2010.
  7. a b Amanda Françozo recebe Leandro Lehart e Aline Willy, ex-Rouge, no Mulheres Área VIP. Página visitada em 18 de dezembro de 2010.
  8. a b Musical: O Soar da Liberdad fcmeuamorvaicomvoce.wix.com/. Página visitada em 18 de dezembro de 2010.
  9. a b c Grupo Rouge domina o mundo dos musicais. Entenda Click Cultural. Página visitada em 18 de dezembro de 2010.
  10. a b Tim Maia - Vale tudo, o musical Globo. Página visitada em 18 de dezembro de 2010.
  11. Saudade do Samba Banzo Shows. Página visitada em 18 de dezembro de 2010.
  12. Grupo Rouge - Sucesso, integrantes e vídeos Sempre Tops. Página visitada em 18 de dezembro de 2010.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]