Alma Gluck

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Alma Gluck

Alma Gluck (11 de maio, 188427 de outubro, 1938) foi uma soprano norte-americana.

Gluck nasceu como Reba Feinsohn de uma família judia em Iaşi, na Roménia, filha de Zara e Feinsohn Leon[1] . Mudou-se para os Estados Unidos em idade jovem. O seu sucesso inicial veio do Metropolitan Opera, em Nova York.

Sua gravação Carry Me Back to Old Virginny[2] pela RCA Victor foi a primeira gravação célebre de um músico erudito a vender um milhão de cópias.

Gluck foi uma das fundadoras da Associação da Mulher americana.

O seu primeiro casamento com Bernard Glick, um dentista, mais tarde casou-se com o violinista Efrem Zimbalist de quem teve dois filhos. Retirou-se para New Hartford (Connecticut) em 1925.

Alma Gluck morreu aos 54 anos de insuficiência hepática.


Referências[editar | editar código-fonte]

  1. Marston Records bio of Alma Gluck
  2. Alma Gluck - Carry Me Back To Old Virginny, performed by Alma Gluck (recorded 13 November 1914)

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Alma Gluck