Almedina

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Text document with red question mark.svg
Este artigo ou secção contém uma ou mais fontes no fim do texto, mas nenhuma é citada no corpo do artigo, o que compromete a confiabilidade das informações. (desde fevereiro de 2013)
Por favor, melhore este artigo introduzindo notas de rodapé citando as fontes, inserindo-as no corpo do texto quando necessário.
Vista da almedina de Mazagão, no Marrocos.
Portão de entrada da almedina de Tânger, no Marrocos.

Almedina ou medina (em árabe: المدينة العتيقة‎, a cidade antiga) é o nome dado à parte histórica de diversas cidades do Magrebe (noroeste da África). Costuma ser murada e conter um labirinto de ruas estreitas. Este tipo de centro urbano já era construído pelos árabes no século IX. Em árabe moderno, a palavra medina significa simplesmente "cidade".

As almedinas em geral contêm fontes, palácios e mesquitas históricos, monumentos que as autoridades locais atualmente procuram preservar devido ao seu valor cultural e turístico. A almedina de Túnis, por exemplo, é considerada pela UNESCO como Patrimônio da Humanidade. Costumam ser fechadas ao tráfego de automóveis e ocupadas por um suq (mercado).

Almedinas nos dias atuais[editar | editar código-fonte]

Referências[editar | editar código-fonte]

  • Medina in World Regional Geography. Joseph J. Hobbs, Andrew Dolan. Cengage Learning, 2008. ISBN 0495389501 [1]
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Almedina