Almir Lopes de Luna

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Almir
Informações pessoais
Nome completo Almir Lopes de Luna
Data de nasc. 20 de Fevereiro de 1984 (31 anos)
Local de nasc. João Pessoa (PB),  Brasil
Nacionalidade  brasileira
Altura 1,75 m
Destro
Apelido Almiroslave Klose, Almito
Informações profissionais
Clube atual Brasil Flamengo
Número 28
Posição Meia
Clubes de juventude
1997–1998
1999–2001
Brasil Santos
Brasil Botafogo
Clubes profissionais2
Anos Clubes Jogos (golos/gols)
2001–2006
2006
2007–2009
2008
2010
2011
2012
2012
2013
2013
2014–
2014
2015–
Brasil Botafogo
Brasil Ponte Preta (emp.)
Coreia do Sul Ulsan Hyundai
Brasil Atlético-MG (emp.)
Coreia do Sul Pohang Steelers
Coreia do Sul Incheon United
Brasil Bangu
Brasil Figueirense
Kuwait Al-Salmiya
Brasil América de Natal
Brasil Bangu
Brasil Vila Nova (emp.)
Brasil Flamengo (emp.)

00026 0000(4)
00026 0000(4)
00026 0000(5)
00040 000(12)
00022 0000(4)
00006 0000(3)
00013 0000(0)
00013 0000(0)
00013 0000(1)
00030 000(10)
00005 0000(0)
00001 0000(0)


2 Partidas e gols totais pelo
clube, atualizados até 14 de abril de 2015.

Almir Lopes de Luna, mais conhecido como Almir (João Pessoa, 20 de fevereiro de 1984) é um futebolista brasileiro que atua como atacante e meia. Atualmente, joga pelo Flamengo.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Botafogo[editar | editar código-fonte]

Almir começou sua carreira no Botafogo como volante em 2001. Nos seus dois primeiros anos como profissional, Almir encontrou muitas dificuldades de se encaixar no time titular do alvinegro. Chegou atuar improvisado na lateral-direita em situações emergênciais.

Porém, em 2003, Almir se redescobriu no futebol. Com o time da Estrela Solitária rebaixado para o Campeonato Brasileiro Série B, o jogador passou a ser utilizado pelo treinador Levir Culpi como atacante. Almir virou xodó da torcida botafoguense pelos seus gols e raça demonstrada nos jogou. Ganhou, inclusive, um música própria: "Almir, faz um gol aí!". Porém, a disputada pela titularidade com Dill e Leandrão fez o jogador ir para o banco de reservas. Logo, a música da torcida renovou-se, sendo direcionada ao técnico da equipe: "Levir, bota o Almir!". Ao final do campeonato em que levou o Botafogo de volta a Série A, Almir era aclamado como o artilheiro da equipe com 12 gols.

Nos anos seguintes, Almir não retornaria a boa fase. Teve de disputar vaga com diversos jogadores, como Luizão, Alex Alves, Guilherme, Schwenck e Reinaldo. Não contava mais com o apoio da torcida, que o perseguia ao lado da imprensa. Era comumente noticiado como um atleta acima do peso ideal.

Ponte Preta[editar | editar código-fonte]

Desprestigiado, Almir foi emprestado, em 2006, para a Ponte Preta. Na macaca, o atacante pode fazer as pazes com o gol, porém não conseguiu impedir a queda da equipe campineira para a segunda divisão.

Passagem pela Coreia[editar | editar código-fonte]

Em 2007, Almir foi jogar pelo Ulsan Hyundai, da Coreia do Sul.

Empréstimo ao Atlético Mineiro[editar | editar código-fonte]

Na temporada 2008 foi contratado, por empréstimo pelo Atlético Mineiro[1] . Três meses depois de chegar ao clube, Almir rescindiu seu contrato com o Atlético Mineiro[2] .

Retorno a Coreia[editar | editar código-fonte]

Poucos dias depois, voltou ao Ulsan Hyundai, aonde foi ídolo. Na temporada de 2009, faturou a Taça da Hauzen Cup, principal torneio do país[3] e depois continuou na Coreia do Sul, por onde defendeu o Pohang Steelers e o Incheon United.

Retorno ao Brasil[editar | editar código-fonte]

Passou pelo Bangu onde teve uma brilhante atuação, conseguindo impedir o rebaixamento do Bangu para serie B do Carioca. Foi eleito o 3° melhor meio-campo do campeonato carioca de 2012. Teve ainda passagens pelo catarinense Figueirense e pelo Al-Salmiya, do Kuwait, onde não conseguiu balançar as redes.

Em junho de 2013 assinou com o América de Natal para jogar o restante da Série B de 2013. [4]

Retorno ao Bangu[editar | editar código-fonte]

No início de 2014 retornou ao Bangu para ajudar a equipe na disputa do Campeonato Carioca, em que marcou três gols em quinze oportunidades, fazendo com que o alvirubro terminasse o campeonato em décimo lugar.

Empréstimo ao Vila Nova[editar | editar código-fonte]

Meses depois se tranferiu para o Vila Nova para jogar o restante da Série B de 2014[5] .

Volta ao Bangu[editar | editar código-fonte]

Após voltar de empréstimo do Vila Nova, Almir foi um dos destaques do Bangu no Campeonato Carioca marcando sete gols em quinze oportinidades. Fez belos gols diante de times como Fluminense e Flamengo, mas em ambas partidas, o time alvirubro acabou saindo derrotado por 2 a 1.[6] [7]

Flamengo[editar | editar código-fonte]

Após se destacar no Campeonato Carioca pelo time do Bangu, Almir foi contratado por empréstimo pelo Flamengo para o restante da temporada.[8] [9]

Estatísticas[editar | editar código-fonte]

Até 6 de abril de 2015.

Clubes[editar | editar código-fonte]

Clube Temporada Campeonato
nacional
Copa
nacional[a]
Competições
continentais[b]
Outros
torneios[c]
Total
Jogos Gols Assist. Jogos Gols Assist. Jogos Gols Assist. Jogos Gols Assist. Jogos Gols Assist.
Brasil Flamengo 2015 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0
Total 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0
Total na carreira 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0

Títulos[editar | editar código-fonte]

Botafogo
Ulsan Hyundai
  • Hauzen Cup: 2007

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]