Aloha from Hawaii: Via Satellite

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Text document with red question mark.svg
Este artigo ou secção contém uma ou mais fontes no fim do texto, mas nenhuma é citada no corpo do artigo, o que compromete a confiabilidade das informações. (desde dezembro de 2009)
Por favor, melhore este artigo introduzindo notas de rodapé citando as fontes, inserindo-as no corpo do texto quando necessário.
Aloha from Hawaii
Álbum ao vivo de Elvis Presley
Lançamento Fevereiro de 1973
Gravação H.I.C. Arena, Honolulu, Hawaii; 14 de Janeiro de 1973
Gênero(s) Rock, Blues, Country, Gospel
Duração Cerca de 60 minutos
Gravadora(s) RCA
Produção Felton Jarvis, Elvis Presley, Marty Pasetta e Joan Deary
Opiniões da crítica

O parâmetro das opiniões da crítica não é mais utilizado. Por favor, mova todas as avaliações para uma secção própria no artigo. Veja como corrigir opiniões da crítica na caixa de informação.

Cronologia de Elvis Presley
Último
Último
Elvis as Recorded at Madison Square Garden
(1972)
Elvis
(1973)
Próximo
Próximo

Aloha from Hawaii é um álbum e um especial de televisão de Elvis Presley que foi gravado ao vivo do Hawaii em Janeiro de 1973 do show que é considerado monumental e que foi exibido em vários países, por volta de 40. Foi o primeiro show de música ao vivo via satélite, primeiramente ele foi exibido para alguns países da Europa, Ásia e Oceania, tendo quebrado todos os recordes de público. Em outros países o show foi exibido dias depois e no caso dos EUA, o show foi ao ar em abril e se tornou a maior audiência da história televisiva americana até então, sendo exibido na NBC, quebrando a audiência da ida do homem à lua, a audiência estimada é de mais de 1 bilhão de espectadores, e o disco, como não poderia deixar de ser, foi um grande sucesso de vendas nos EUA, Japão e outros países, no Brasil o show não foi exibido devido a uma exigência, mais da metade dos televisores teriam que ser em cores e o Brasil só começou com transmissão em cores no ano anterior. Aqui, Elvis foi considerado um cantor que atingiu a perfeição, um verdadeiro cantor popular de primeiríssima linha, segundo os especialistas, é considerado até hoje um momento de grande inspiração do rei do rock. Isso pode ser evidenciado pelo editorial do The New York Times, que foi o seguinte: Elvis Presley superou a sua própria lenda. Dois dias antes, no dia 12 de janeiro, Elvis fez outro show que serviria para o caso de algo de errado acontecer com a transmissão do dia 14. Esse show foi lançado anos mais tarde e alguns consideram que Elvis está mais solto no palco. Nesse show Elvis interpreta desde o puro rock dos anos 50, ainda com vontade de cantar esse tipo de música, o que não aconteceria nos anos seguintes, passando por belas baladas, blues, gospel e muito mais. Mostrando que ele poderia cantar em qualquer ritmo e tom, atingindo notas dificílimas, além de um senso rítmico e poder de interpretação raros de se encontrar em cantores populares.

Canções[editar | editar código-fonte]

Show dia 14/1[editar | editar código-fonte]

  • Also Sprach Zarathustra (1:08)
  • See See Rider (2:59)
  • Burning Love (2:56)
  • Something (3:46)
  • You Gave Me A Mountain (3:16)
  • Steamroller Blues (3:09)
  • My Way (4:04)
  • Love Me (1:55)
  • Johnny B. Goode (1:43)
  • It's Over (2:08)
  • Blue Suede Shoes (1:16)
  • I'm So Lonesome I Could Cry (2:17)
  • I Can't Stop Loving You (2:28)
  • Hound Dog (1:06)
  • What Now My Love (3:12)
  • Fever (2:41)
  • Welcome To My World (2:00)
  • Suspicious Minds (4:31)
  • Intros (2:42)
  • I'll Remember You (2:33)
  • Long Tall Sally/Whole Lot-ta Shakin' Goin' On (2:05)
  • An American Trilogy (4:42)
  • A Big Hunk O'Love (2:14)
  • Can't Help Falling In Love (2:26)

Show do dia 12/1[editar | editar código-fonte]

  • See See Rider
  • Burning Love
  • Something
  • You Gave Me A Mountain
  • Steamroller Blues
  • My Way
  • Love me
  • It's Over
  • Blue Suede Shoes
  • I'm So Lonesome I Could Cry
  • Hound Dog
  • What Now My Love
  • Welcome To My World
  • Suspicious Minds
  • I'll Remember You
  • An American Trilogy
  • A big hunk O'Love
  • Can't Help Falling In Love

Paradas musicais[editar | editar código-fonte]

  • EUA - 1º - Billboard Pop - Cashbox Pop e Country - Record World - 1973

Músicos[editar | editar código-fonte]

  • Elvis Presley: Voz e Violão
  • James Burton: Guitarra
  • John Wilkinson: Guitarra
  • Charlie Hodge: Violão e Vocais
  • Jerry Scheff: Baixo
  • Ronnie Tutt: Bateria
  • Glen Hardin: Piano
  • J.D.Sumner, The Stamps, The Sweet Inspirations e Kathy Westmoreland: Vocais
  • Joe Guercio: Orquestra

Informações Adicionais[editar | editar código-fonte]

Em 2004 foi lançado o "Aloha from Hawaii - Deluxe Edition" que traz o show original do dia 14 de janeiro de 1973, que foi transmitido via satélite e o show de ensaio do dia 12 de janeiro de 1973. Com todas as canções que foram cortadas do DVD na edição anterior. Também imagens raras de Elvis chegando de helicóptero, nunca antes vistas por completo. Além de algumas canções gravadas à parte para este show e que só foram transmitidas para a televisão na versão americana:

  • Blue Hawaii
  • KU-U-I-PO
  • No More
  • Hawaiian Wedding Song
  • Early Morning Rain


Ícone de esboço Este artigo sobre um álbum de Elvis Presley é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.