Amédée Ozenfant

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Amédée Ozenfant foi um pintor cubista francês (Saint-Quentin, 15 de abril de 1886- Cannes, 1966)

Um dos fundadores do Purismo, movimento de vanguarda dos anos 20. Estudou arquitetura e se apaixonou pela pintura e a mecânica. Sua primeira mostra individual foi em 1908 no Salon de la Nationale, em Paris. Participou do Salão do Outono em 1910 e do Salão dos Independentes em 1911. Fundou, em abril de 1915, a revista L'Élan (editada até 1917) que reuniu artistas como André Lhote, Marchand, André Dunoyer de Segonzac. Empreendeu pesquisas tipográficas cubo-futuristas e concebeu a "tipometria" e a "psicotipia" que permitiu dar cara, pela forma das letras, aos ritmos e silêncios da poesias. Em 1919 publicou com Le Corbusier o manifesto Purista com o título de Après le Cubisme ("Após o Cubismo").

Amigo de Paul Dermée e de Le Corbusier, criou com eles a revista L’Esprit Nouveau, publicada entre 1921 e 1925 e que propunha a renovação das formas arquitetônicas e pictóricas. Em 1924 abriu um estúdio livre com Fernand Léger. Fundou em 1936 a Ozenfant Academy, em Londres, e em 1939 a Ozenfant School of Fine Art, em Nova Iorque.


Ícone de esboço Este artigo sobre um(a) pintor(a) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.