América TV

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
América TV
LS86 TV Canal 2 de La Plata
Logotipo de America TV.JPG
País  Argentina
Fundação 25 de junho de 1966 (48 anos)
Pertence a Grupo Vila - Manzano (UNO medios)
Cobertura 87% da Argentina.
Página oficial http://www.america2.com.ar/

América TV ou América 2 é uma emissora de televisão aberta de origem argentina.

História[editar | editar código-fonte]

O canal 2 de La Plata foi fundado em 1966, e, devido à cercania dessa cidade ao Grande Buenos Aires, desde um princípio foi possível sintonizá-lo desde a maior parte do conglomerado urbano (de maneira bastante deficiente quanto mais ao norte se encontrasse a antena receptora).

Em 1987, fez-se cargo do canal o empresário Héctor Ricardo García, anterior dono de Canal 11, quem o rebatizo como Teledos e conseguiu levar ao canal ao segundo posto no rating. No entanto, a má relação entre García e os outros acionistas terminou com a saída forçada do dono do jornal Crónica. A sua saída, o canal passo a chamar-se Tevedos, o rating se desmoronou e passou ao último lugar. Muitos dos programas, eram privados que alugavam o espaço à emissora.

Em 1991, o empresário Eduardo Eurnekián, dono da empresa de televisão por assinatura Cablevisión comprou a emissora. Juntando ao canal, Cablevisión e as rádios portenhas América, Del Plata (AM), Metro e Aspen (FM), criou a sociedade Multimedios América. Esta mudança não só afetou ao nome do canal, que passou a ser América 2, senão que melhorou a recepção deste, ao estabelecer uma planta retransmisora no coração de Buenos Aires, junto a novos estudos.

Durante a segunda metade da década de 1990, Eurnekían se desfez sucessivamente de todas as empresas que formavam o multimedio, primeiro Cablevisión e depois o resto do conglomerado. América TV passou a fazer parte de uma sociedade formada por Carlos Ávila e sua família. A família Ávila, criador da empresa Torneos y Competencias, dedicada à transmissão de eventos desportivos, contribuiu-lhe ao canal uma vasta programação dedicada mayormente ao esporte e o jornalismo.

Em 2002, no meio de uma séria crise econômica que leva ao canal quase à quebra, Ávila se associou com o Grupo Uno, da família Vila e o ex-político peronista José Luis Manzano. A empresa foi reorganizada como América Multimedios e conseguiu sobreviver a quebra e obter a renovação de sua licença como canal de ar.

O grupo adquire o Canal 10 da cidade de Junín, no noroeste bonaerense e única emissora de televisão aberta num rádio de 200 km. Em sua área de cobertura vivem um milhão de habitantes.

Em meados de 2005, um dos programas mais populares do canal, Televisión Registrada, grava como crítico a Mario Pontaquarto, um dos implicados num caso de coimas no Senado argentino. Isto faz que Rolando Graña (editor jornalístico do canal) censure, sem consentimento dos produtores, o programa que seria emitido, provocando o quebre do contrato com a produtora (PPT) e a partida de duas de seus programas mais importantes, Televisión Registrada e Indomables para o Canal 13.

Distribuição[editar | editar código-fonte]

América TV se vê em todo o país através das redes de televisão por assinatura e por satélite por PRAMER. Assim mesmo o canal, junto com PRAMER, relançou em 2005 o sinal de notícias "CVN" (CableVisión Notícias), rebatizando-a América 24. Seu lema é Conectados com a realidade. Ali participam jornalistas do Canal, e se pode ver em toda Latinoamérica por satélite. Parte da livraria de programas de Teledos e da produtora "Estrellas producciones" ficaram em mãos de Héctor Ricardo García, portanto muitos destes podem ser novamente vistos pela tela de Crónica TV.

Programação[editar | editar código-fonte]

  • Lalola - Telenovela com Carla Peterson
  • América Notícias - Telejornal
  • Almorzando con Mirtha Legrand - Interesse geral. Conduzido por Mirtha Legrand
  • Intrusos en el espectáculo - Notícias do espetáculo. Apresentado por Jorge Rial
  • Acoso textual - Entrevistas. Conduz Horacio Cabak
  • RSM - Humor. Com Mariana Fabbiani
  • La cornisa - Programa jornalístico apresentado por Luis Majul
  • El diario de Carmen - Magazín apresentado por Carmen Barbieri
  • Kubik - Apresentado por Jessica Cirio

Ligações externas[editar | editar código-fonte]