Amado Boudou

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Amado Boudou
Amado Boudou
35° vice-presidente da Argentina Argentina
Período de governo 10 de dezembro de 2011
até 10 de dezembro de 2015
Presidente Cristina Kirchner
Antecessor(a) Julio Cobos
Dados pessoais
Profissão Economista

Amado Boudou (Buenos Aires, 19 de novembro de 1963) é um economista e político argentino, atual vice-presidente de seu país desde 2011. Entre 2009 e 2011 foi ministro da Economia.

Em 23 de outubro de 2011, Boudou foi eleito vice-presidente da Argentina na coligação da reeleita Presidente Cristina Fernández de Kirchner, tendo assumido o cargo em 10 de dezembro.[1] [2]

Biografia[editar | editar código-fonte]

Amado Boudou nasceu na capital argentina. Aos cinco anos sua família mudou-se para Mar del Plata, onde cresceu. Ingressou na Universidade Nacional de Mar del Plata, onde obteve seu diploma em Economia em 1986.[3]

Boudou tornou-se vendedor da Venturino Ehisur S.A., uma companhia sanitária local. Em 1992, após conseguir contratos com vários hospitais da região, Boudou foi promovido a gerente, mas a empresa acabou falindo. Boudou fundou, então, a Ecoplata S.A., que atuava no mesmo ramo, e fechou contratos com grandes empresários do setor hoteleiro nas cidades de Villa Gesell e Pinamar.[3]

Amado Boudou entrou para a política em 1998, ano em que foi nomeado funcionário da ANSES - a agência de previdência social argentina.

Atividade como professor universitário Desempenho de vários cargos como professor em várias universidades na Argentina. É um dos economistas mais respeitados do país, o seu trabalho como professor unviersitario lhe rendeu vários prêmios.[3]

• Professor do Mestrado em Administração de Empresas na Universidade do CEMA

• Professor Assistente de Microeconomia, faculdade UADE.

• Teoria e Prática Diretor de Orçamento Público na Argentina Atlantis University.

• Professor de Macroeconomia e Política Pública da Universidade Nacional de Tres de Febrero.

• Professor de Microeconomia (1986-1988), no Universidade Nacional de Mar del Plata.

Referências

  1. Cristina elegió a Boudou su compañero de formula Diario Clarín (25 de junho de 2011). Visitado em 23 de outubro de 2014.
  2. Redação SRZD (10 de dezembro de 2011). Cristina Kirchner toma posse de segundo mandato neste sábado Portal SRZD. Visitado em 23 de outubro de 2014.
  3. a b c Curriculum vitae - Amado Boudou.
Ícone de esboço Este artigo sobre um político é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Amado Boudou