Amanda Young

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Text document with red question mark.svg
Este artigo ou secção contém uma ou mais fontes no fim do texto, mas nenhuma é citada no corpo do artigo, o que compromete a confiabilidade das informações. (desde agosto de 2012)
Por favor, melhore este artigo introduzindo notas de rodapé citando as fontes, inserindo-as no corpo do texto quando necessário.
Ambox rewrite.svg
Esta página precisa ser reciclada de acordo com o livro de estilo Se tem algum conhecimento sobre o tema, por favor verifique e melhore a consistência e o rigor deste artigo. Pode encontrar ajuda no WikiProjeto Cinema.

Se existir um WikiProjeto mais adequado, por favor corrija esta predefinição. Este artigo está para reciclagem desde agosto de 2012.

Wikitext.svg
Este artigo ou seção precisa ser wikificado (desde agosto de 2012).
Por favor ajude a formatar este artigo de acordo com as diretrizes estabelecidas no livro de estilo.
Amanda Young
Shawnee Smith interpreta Amanda Young
Língua original Inglês
Nascimento 3 de setembro de 1970
Idade 34 anos
Origem Estados Unidos
Filme(s) Saw
Série Saw
Primeira aparição Saw
Última aparição Saw 3D
Interpretado por Shawnee Smith
Projecto Televisão  · Portal Televisão

Amanda Young é uma personagem fictícia da franquia de filmes de terror Saw.

Era uma personagem secundária no primeiro filme, porém seu papel foi ampliado nas sequências até se tornar uma das principais da série, sendo a única, além de Jigsaw, a ser protagonista de mais de um filme. É interpretada pela atriz Shawnee Smith e é a única personagem também a aparecer em todos os filmes da franquia junto com Jigsaw.

Aparição[editar | editar código-fonte]

História[editar | editar código-fonte]

Saw[editar | editar código-fonte]

No primeiro filme, Amanda é retratada como sendo a única sobrevivente do massacre envolvendo o psicopata Jigsaw - um homem que rapta as pessoas que ele vê como insatisfeitas de suas vidas e as colocam em jogos mortais. Para sobreviver, Amanda assassinou seu companheiro que estava sedado, e assim conseguiu se libertar da armadilha de Jigsaw.

Saw II[editar | editar código-fonte]

O segundo filme é focado em Amanda e Jigsaw. Amanda é colocada em uma casa junto com outras pessoas enquadradas pelo detetive Eric Matthews, participando de um verdadeiro horror, novamente organizado por Jigsaw, tendo que sobreviver a outras armadilhas mortais para continuar viva. No fim do filme é mostrado que Amanda é cúmplice de Jigsaw e que compartilha dos ideais do mesmo.

Saw III[editar | editar código-fonte]

Seguindo os passos do filme anterior, novamente Amanda e Jigsaw protagonizam a terceira sequência. No terceiro filme, Amanda, junto com Jigsaw, sequestram a médica Lynn para dar mais algum tempo de vida para Jigsaw, que se encontra em estado terminal e que quer esse tempo para continuar jogando com Jeff. Com ciúmes da atenção que Jigsaw dá a Lynn, Amanda se descontrola e ameaça acabar com a vida de Lynn, mas é assassinada por Jeff. Jeff mata também Jigsaw, e antes de morrer, Jigsaw assassina Lynn.

Saw IV[editar | editar código-fonte]

O quarto filme acontece ao mesmo tempo que o terceiro, portanto, nos eventos desse filme, Amanda e Jigsaw ainda se encontravam vivos. Diferente dos filmes anteriores, nesse Amanda aparece pouco. Ela é mostrada morta, baleada e caída no chão, sendo seu corpo encontrado pelo agente Peter.

Saw V[editar | editar código-fonte]

Amanda aparece no quinto filme da franquia através de flashbacks e aparições de voz. É mostrada inconsciente no chão, durante uma cena dos eventos de Saw II.

Saw VI[editar | editar código-fonte]

Nesse filme, Amanda aparece em flashbacks inéditos e é uma das protagonistas do longa, concluindo toda sua história pendente na franquia. Sendo a principal cúmplice de Jigsaw, é mostrado a rivalidade entre ela e Hoffman (outro cúmplice do psicopata Jigsaw). Durante o filme, ela questiona se Hoffman deveria ser testado numa armadilha como ela foi testada um dia.

Saw 3D[editar | editar código-fonte]

No último filme da franquia, Amanda aparece em um flashback durante os eventos de Saw II.

Em outras mídias[editar | editar código-fonte]

Saw: Rebirth[editar | editar código-fonte]

Amanda é destaque nas histórias em quadrinhos "Saw: Rebirth" que é definida antes dos eventos do primeiro filme.

Scott Tibbs' Documentary[editar | editar código-fonte]

Amanda aparece no curta, disponível no DVD da edição especial de Saw II, dando socos no repórter que tenta assediá-la para que ela conte sua experiência quando foi capturada por Jigsaw.

Saw: The Videogame[editar | editar código-fonte]

Amanda aparece no jogo eletrônico sendo a primeira vítima que o protagonista David Tapp tem que salvar. Mas na verdade, ela é aprendiz de Jigsaw. [1]

Caracterização[editar | editar código-fonte]

Críticos de cinema têm interpretado a personagem de Amanda como portadora da Síndrome de Estocolmo em relação ao seu complexo relacionamento com Jigsaw.[2]

Representações Simbólicas[editar | editar código-fonte]

Ícone de Jigsaw[editar | editar código-fonte]

Depois de se tornar aprendiz de Jigsaw, Amanda começou a utlizar dos símbolos icônicos do psicopata. Por exemplo, muitas vezes ela usava uma máscara de porco ao capturar suas vítimas. Além disso, em Saw III, ela apareceu vestindo uma túnica vermelha e preta de Jigsaw.[3]

Armadilhas inescapáveis[editar | editar código-fonte]

Amanda também desenvolveu seu próprio método de jogar os jogos mortais: as armadilhas que ela estabelecia eram inevitáveis, mesmo quando as vítimas tinham alcançado os objetivos de seus jogos. Enquanto Jigsaw sempre se recusou a reconhecer suas armadilhas como assassinato, já Amanda admitiu abertamente que suas ações eram puramente assassinatos.[4]

Shawnee Smith[editar | editar código-fonte]

Don Summer, escritor do Best-Horror-Movies.com, comentou que Shawnee Smith fez um "trabalho fantástico" em seu papel recorrente como "ajudante fiel" de Jigsaw.[5]

Um crítico de cinema do site Angel Fire ressaltou que Tobin Bell e Shawnee Smith atuaram muito bem em seus papéis. Particularmente comentando sobre o terceiro filme, ele afirmou que "enquanto Jigsaw (Tobin Bell) desempenhou um papel importante em Saw III, a maior parte do filme é levado por Shawnee Smith como Amanda" que ele ressalta ser uma "personagem interessante e intrigante". Ele também expressou admiração pela maneira que Amanda começou a franquia, como uma personagem secundária no primeiro filme, e teve grande destaque gradualmente nas seqüências. Ele afirmou que Amanda foi uma vítima no primeiro filme, evoluiu para um cavalo de tróia no segundo filme, e se tornou um jogador importante no terceiro.[6]

Tobin Bell e Shawnee Smith foram indicados para o Scream Award Spike TV na categoria de "Melhor Vilão" por seus papéis de Jigsaw e Amanda, respectivamente, em Saw III.[7]

Impacto[editar | editar código-fonte]

Após o lançamento de Saw III, o crítico de cinema David Medsker reconheceu o status de ícone que a personagem Amanda Young tinha alcançado, rotulando-a como "garota propaganda da Síndrome de Estocolmo".[8]

Em uma lista compilada por Scott Collura para IGN dos 50 melhores vilões na cultura popular moderna, Amanda Young foi classificado como número 42. Collura comentou que Amanda era tão vilã que ela fez "um assassino como Jigsaw parecer um cara bom."[9]

Na lista de Tom Cullen das cinco melhores vilãs da ficção, Amanda Young foi classificada em quarto lugar.[10]

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre uma personagem de ficção é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.