Amargoseira

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Como ler uma caixa taxonómicaCinamomo
Melia azedarach

Melia azedarach
Classificação científica
Reino: Plantae
Divisão: Magnoliophyta
Classe: Magnoliopsida
Ordem: Sapindales
Família: Meliaceae
Género: Melia
Espécie: M. azedarach
Nome binomial
Melia azedarach
L.

O Cinamomo ou amargoseira, entre outros nomes vulgares[1], cujo nome científico é Melia azedarach, é uma árvore nativa do oriente (da Ásia até a Austrália) e subespontânea na América, Mediterrâneo e África. Chega a atingir os 20 metros de altura. A sua madeira é apreciada, de cor esbranquiçada, rósea ou avermelhada, com veios castanhos. É muito cultivada como árvore ornamental. As suas flores são aromáticas. Tem folhagem caduca, composta por folhas, usadas para fins medicinais, biimparinpinuladas (folhas compostas, que se subdividem em pequenos conjuntos emparelhados com um número ímpar de folíolos).

Embora seus frutos sejam apreciados por pássaros, eles são tóxicos para humanos [1] e suínos. Esta espécie, exótica no Brasil, tem características invasoras em diversos biomas, especialmente em áreas ciliares.

Outras designações vulgares[editar | editar código-fonte]

A planta é ainda designada como:

  • Árvore-santa
  • Bombal
  • Bombolo-de-portugal
  • Cedro-do-ceilão
  • Cinamomo
  • Conteira
  • Jasmim-azul
  • Jasmim-de-cachorro
  • Jasmim-de-soldado
  • Jasmim-soldado
  • Lilás-da-índia
  • Lilás-das-antilhas
  • Lilás-do-cabo
  • Lírio-da-índia
  • Margosa
  • Mélia
  • Nimbo
  • Niumbó
  • Paraíso
  • Sicómoro-bastardo
  • Sinamão
  • Árvore de Jonny
  • Tenente-e-intendente (como é conhecido em Cabo Verde)
  • Para-raio (como é conhecido pelo povo do santo no Brasil)

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Referências bibliográficas[editar | editar código-fonte]

  • HOUAISS, Antônio; Dicionário Houaiss da Língua Portuguesa; Lisboa; Temas e Debates; 2005
  • VASCONCELLOS, João de; LOUSÃ, M. Amargoseira, in "Enciclopédia Verbo Luso-Brasileira da Cultura, Edição Século XXI", Volume II, Editorial Verbo, Braga, Janeiro de 1998

Referências

Ícone de esboço Este artigo sobre a ordem Sapindales, integrado no Projeto Plantas é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.