Amastigoto

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Amastigotos são células arredondadas de protozoários sem flagelo, em especial da Leishmania. Os amastigotos contém duas concentrações de DNA no núcleo e uma mitocôndria modificada, o cinetoplasto que é característico deste grupo de flagelados, uma flagelo rudimentar ocupa um recuo da superfície.[1] .

Ciclo da Leishmania[editar | editar código-fonte]

O ciclo de vida da Leishmania envolve duas formas: o promastigoto, que se desenvolve e vive extracelularmente no mosquito-vetor (mosquito-pólvora) e o amastigoto, que se multiplica intracelularmente nos macrófagos hospedeiros.[2]

Referências

  1. Calum N. L. Macpherson; Francois-X. Meslin; Alexander I. Wandeler. Dogs, Zoonoses, and Public Health. CABI; 2000. ISBN 978-0-85199-962-3. p. 133.
  2. Abul K. Abbas; Vinay Kumar; Nelson Fausto. Robbins & Cotran - Patologia. Elsevier (medicina); 2005. ISBN 978-85-352-1391-1. p. 422.