Amauri IV de Narbona

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Amauri IV de Narbona (Occitan: Amauri de Narbona; italiano: Amerigo di Narbona, c. 1230 - Outubro de 1298). Foi um governante de Narbona com origem na Casa de Lara que governou o viscondado de Narbona entre 1270 e 1298. O seu governo foi antecedido pelo de Amalrico I de Narbona e foi seguido pelo de Amalrico II de Narbona. Era um comandante e capitão italiano. Amauri entrou pela primeira vez em Itália a serviço de Carlos I de Anjou, a quem o Papa Clemente IV, em 1265, havia concedido a coroa da Sicília.

Por 1289, Amauri distinguiu-se como comandante das tropas guelfas concentradas para no ataque aos gibelinos de Arezzo. Durante a campanha, os dois exércitos se encontraram na Batalha de Campaldino, Amauri saiu-se vitorioso e com isso fez sua reputação. Ele conquistou a maior parte do território do Aretino, com muitos castelos em Rondine, Arezzo. Entretanto não logrou êxito no assédio, somente após várias incursões é que conseguiu sair-se vitorioso contra os Aretinos. A campanha foi um sucesso e Amauri foi recebido triunfalmente em seu retorno a Florença.

Amauri casou-se com Joanna, filha de Jordão IV das Ilhas Jordânias. O formato italiano de seu nome se tornou popular na Toscana durante séculos após seu sucesso no Campaldino e foi nomeado através de um toscano Américo Vespúcio em dois continentes, o das Américas receberam seus nomes.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre História da França é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.