Amazônia Peruana

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
O bicho preguiça ou pelejo é um dos mamíferos mais lentos do mundo. É um dos animais mais representativos da fauna da Amazônia Peruana.

A Amazônia Peruana, é a parte da Amazônia que se circunscreve dentro do território do Peru compreendendo uma área de 782,880.55 km², ao oriente da Cordilheira dos Andes, na América do Sul. É a zona com menor população humana. A Amazônia Peruana é uma das áreas com maior biodiversidade e endemismos do planeta devido, entre outros fatores, a variedade de biorregionalismo e pisos ecológicos. Na Amazônia Peruana é possível identificar duas regiões naturais: selva alta e a selva baixa.

Extensão[editar | editar código-fonte]

Ao contrario do que comumente se crêe, a maior parte do território do Peru está coberto por densos bosques amazônicos, mais que o andino, o país é amazônico ou, em todo caso, andino-amazônico. Isto devido que a selva amazônica cobre mais do 60% do território peruano, sendo o segundo país com maior extensão de Amazônia logo atrás do Brasil.

Segundo o Instituto de Investigações da Amazônia Peruana (IIAP) e utilizando distintos critérios, a delimitação espacial da Amazônia Peruana é a seguinte:

  • Critério Ecológico: 782,880.55 km² (60,91% do território peruano e aproximadamente 13,05% da Amazônia Continental).
  • Critério Hidrográfico ou da Bacia: 967.922,47 km² (75.31% da área total do país e aproximadamente 16,13% da Amazônia Continental).

Eco-regiões e clima[editar | editar código-fonte]

A Vitória-régia se encontra em abundancia nos rios da selva baixa.

A Amazônia Peruana se divide tradicionalmente em duas eco-região bem diferenciadas:

  • A Selva Baixa, conhecida também com o nome de região Omagua, walla, anti, bosque tropical amazônico ou bacia amazônica. Esta eco-região é a mais extensa do Peru, se alcança entre 80 a 400 m. De clima muito quente sua temperatura media é de 28 °C, alta umidade relativa (superior a 75%) e grande quantidade de precipitações pluviais. Seus solos são muito heterogêneos, mas quase todos são de origem fluvial e devido as altas temperaturas e altas precipitações possuem poucos nutrientes. Destaca a presença de grandes e caudalosos rios como o Rio Amazonas, Ucayali, Marañón, Putumayo, Javari, Napo, Tigre e Pastaza.
O Galo-da-serra ou "tunki" é uma das aves representativas dentro da grande variedade de aves do Peru.
  • A Selva Alta, também chamada Rupa-Rupa, seja de selva, seja de montanha, ou bosques extensos de altura. Este eco-região se estende nos sopés orientais da Cordilheira dos Andes, entre os 400 a 1000 msnm. Suas temperaturas são quentes nas partes baixas e frias nas partes de maior altura. A fauna é de origem amazônica com muitos endemismos (seres vivos que só habitam neste lugar mais não em outro no mundo), devido ao fator isolamento, ocasionada pela topografia acidentada dessa zona.

Biodiversidade[editar | editar código-fonte]

A selva amazônica do Peru é uma das zonas com maior diversidade biológica do planeta. É tão grande a variedade de espécies que se estima que a maior parte delas ainda está por ser descoberta ou, pelo menos, estudada adequadamente. Peru é o segundo país, depois da Colômbia (que inclui o território extracontinental das ilhas caribenhas: Providencia e San Andrés), no que respeita a quantidade de espécies de aves no mundo e o terceiro em quantidade de mamíferos, dos quais 44% e 63% respectivamente habitam a Amazônia Peruana.

Grupo taxonômico Espécies registradas no Mundo Espécies registradas no Peru Espécies registradas na Amazonía Peruana  % Peru Vs. Mundo  % Amazônia Peruana Vs. Peru
Anfibios 5 125 403 262 8 65
Aves 9 672 1 878[1] 806 19 44
Fanerógamas o plantas superiores (plantas com flor) 250 000 17 144 7 372 7 43
Samambaia (Pteridophyta) 10 000 1 000 700 10 70
Mamíferos 4 629 462 293 10 63
Lepidoptera (mariposas diurnas) 16 000 3 366 2 500 21 74
Peixes continentais 8 411 900 697 11 77
Reptéis 7 855 395 180 5 46

Esta tabela foi elaborada por Edwin Jesús Villacorta Monzón, com informação obtida de diversas fontes (anos 1997, 2001 e 2006) e citado no Plano de Negócios do SIAMAZONIA e no Site de Web do autor "Mi Selva".

Hidrografia[editar | editar código-fonte]

Os rios da Amazônia pertencem a Bacia do Atlântico, curso Oeste-Leste. É muito legal, tem muita água lá, muito humida. Leve guarda-chuva

Demografia[editar | editar código-fonte]

Apesar de ser a região mais extensa do Peru, a Amazônia Peruana é também a região menos povoada. É lugar de aproximadamente 11% da população do país, sendo a cidade de Iquitos a principal metrópole. Assim mesmo, na selva habita um grande número de comunidades indígenas, alguns em total estado de isolamento. As principais cidades assentadas na região amazônica do país são:

Áreas naturais protegidas na Amazônia Peruana[editar | editar código-fonte]

O Estado peruano, através do Instituto de Recursos Naturais (INRENA) tem declarado diferentes áreas da Amazonía como zonas de proteção, por seus diferentes características geográficas e sua flora e fauna representativa. Todas estas áreas formam parte do Sistema Nacional de Áreas Protegidas pelo Estado.

Algumas destas áreas naturais protegidas são:

Referências

  1. *Lepage, Denis. Checklist of birds of Peru Bird Checklists of the World Avibase. Visitado em 26 April de 2007.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Amazônia Peruana