Ameaça vermelha nos Estados Unidos

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou se(c)ção não cita fontes fiáveis e independentes (desde março de 2010). Por favor, adicione referências e insira-as no texto ou no rodapé, conforme o livro de estilo. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Numa caricatura publicada em 1919 um “anarquista europeu” tenta apunhalar a Estátua da Liberdade.

Na história dos Estados Unidos, o termo Ameaça Vermelha refere-se a dois períodos distintos em que esteve em voga ações e intenções antianarquistas e anticomunistas.

A Primeira Ameaça Vermelha, de 1917 à 1920, e a Segunda Ameaça Vermelha, de 1947 à 1957. As ameaças eram caracterizadas pelo medo que uma revolução libertária ou comunista pudesse derrubar a ordem capitalista vigente nos Estados Unidos, mas também impor uma ditadura comunista tal como na URSS; a Primeira Ameaça Vermelha se dava com relação a uma revolução de trabalhadores sindicalizados inspirada na Revolução Russa.

A Segunda Ameaça Vermelha focava-se em possíveis espiões comunistas (estrangeiros ou estadunidenses) infiltrados no governo federal estadunidense.

Wiki letter w.svg Este artigo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o. Editor: considere marcar com um esboço mais específico.