Amenemope

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Este artigo não cita fontes fiáveis e independentes. (desde agosto de 2013). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

Amenemope foi o quarto faraó da XXI dinastia. Governou o Egipto durante o Terceiro Período Intermediário entre 993 e 984 a.C..

Pensa-se que seria filho de Psusennes I, o seu antecessor. A sua mãe teria sido a rainha Mutnedjemet.

Embora fosse faraó, assumiu o título de sumo sacerdote de Amon, o que seria uma tentativa de evitar a influência sacerdotal no estado.

Foi sepultado num pequeno túmulo em Tânis, mas mais tarde a sua múmia foi movida pelo faraó Siamon para um túmulo mais digno, originalmente pensado para a rainha Mutnedjemet. A sua múmia foi encontrada num caixão de madeira colocado num sarcófago de quartzito amarelo.

Titulatura[editar | editar código-fonte]

Nome de Sa-Rá
Hieroglifo
G39 N5
Z1
<
M17 Y5
N35
G17 Aa15
O45
>
Transliteração Jmn-m-(ỉ)pt
Transliteração (ASCII) Imn-m-ipet
Transcrição Imenemapet
Tradução "Amon na celebração de Apet."
Nome de Nesut-bity
Hieroglifo
M23
X1
L2
X1
<
N5 F12 H6 M17 Y5
N35
U21
N35
>
Transliteração Wsr-Mȝˁt-Rˁ stp-n-mry-Jmn
Transliteração (ASCII) wsr-MAat-ra stp-n-mry-Imn
Transcrição Wasermaat-rá Setepen Meriamun
Tradução "Poderosa é a justiça de . O eleito e amado de Amon."


Precedido por
Psusennés I
Faraó
XXI dinastia
Sucedido por
Osorkon (ancião)


Ícone de esboço Este artigo sobre um Faraó é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.