America's Army

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
America's Army
Produtora Exército norte-americano (PC)
Ubisoft (Consolas)
Editora(s) Exército norte-americano (PC)
Ubisoft (Consolas)
Plataforma(s) PC (Linux, MAC e Windows)
XBOX
Data(s) de lançamento 4 de Julho de 2002 (PC)
16 de Novembro de 2005 (XBOX)
Gênero(s) Tiro em primeira pessoa
Modos de jogo Multiplayer
Número de jogadores 2-28
Classificação ESRB: Teen (T)
Média Download/CD
Controles Teclado e mouse

O America's Army é um jogo desenvolvido inicialmente para computador pelo exército dos Estados Unidos da América que pretende simular o ambiente de guerrilha a que os soldados estadunidenses devem estar preparados.

Na primeira fase do jogo é necessário fazer um treino básico para que sejamos aprovados no exército. A partir daí podemos jogar contra outros jogadores ao estilo de Counter Strike. America's Army só permite pertencer ao exército americano.

Com a evolução o jogador vai conseguindo mais pontos de honra (até 100) conforme os inimigos mortos, os objectivos atingidos e a posição em que se encontra no esquadrão. Se o jogador atingir ou matar um aliado ou se for um mau líder pode perder pontos de honra.

Após o treino básico o jogador pode fazer vários cursos, como o de médico ou o de sniper. Para desbloquear novos mapas é necessário ter esses cursos. Os treinos variam de manuseamento de armas, carros e pulos de pára-quedas.

Uma diferença dos demais jogos do gênero é que em AA o jogador precisa possuir habilidades e técnicas de invasão e escape, onde correr atirando pode não ser uma boa opção. O jogo leva o jogador a um nível maior de realismo e cooperativismo entre os jogadores tornando-o um game realmente de equipe.

Servidores[editar | editar código-fonte]

Os servidores estão divididos em duas categorias: oficiais ou pessoais. Assim, os servidores oficiais são da responsabilidade do exército dos Estados Unidos. Isso faz com que estes sejam mais estáveis, mas também mais propícios à ação de trapaças (cheaters) ou propagandas (spammers).

Os servidores pessoais pertencem na maioria das vezes a clans. Estes servidores têm regras, e por isso os jogadores não são tão incomodados pelos outros. Contudo os servidores pessoais são mais instáveis e pouco democráticos (o administrador pode expulsar um jogador só para dar espaço a um amigo ou membro do clan).