America's Army

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
America's Army
America's Army3.png
Desenvolvedora Exército dos Estados Unidos da América
Publicadora(s) Exército dos Estados Unidos da América
Distribuidora Exército dos Estados Unidos da América
Motor v4.0.0 (Unreal Engine 3)
Plataforma(s) Windows
Linux/Mac OS X (lançado)[1]
Data(s) de lançamento Windows: 4 de julho de 2002 (v1.0), 17 de junho de 2009 (v3.0), 29 de agosto de 2013 (v4.0)
Gênero(s) Jogo de tiro tático
Modos de jogo Treinamento e Multijogador Online
Mídia Disponível para baixar online, DVD (2.7 e superior), CD (2.6 e anteriores)
https://www.americasarmy.com/

O America's Army, em português Exército dos Estados Unidos (também conhecido como AA ou America's Army Game Project) é o nome de uma franquia de um jogo de computador/vídeo game e outras mídias desenvolvido pelo exército dos Estados Unidos da América e lançado como uma iniciativa de relações públicas para ajudar com o recrutamento. O America's Army foi concebido pelo coronel Casey Wardynski quando ele estava Escritório de Economia e Análise de Mão de Obra do Exército Americano na Academia Militar dos Estados Unidos.[2] que pretende simular o ambiente de guerrilha a que os soldados estadunidenses devem estar preparados. Wardynski vislumbrou "usar a tecnologia de jogos de computador para fornecer ao público uma experiência virtual de um soldado que fosse envolvente, informativo e divertido."[3]

Na primeira fase do jogo é necessário fazer um treino básico para que sejamos aprovados no exército. A partir daí podemos jogar contra outros jogadores ao estilo de Counter Strike. America's Army só permite pertencer ao exército americano.

Com a evolução o jogador vai conseguindo mais pontos de honra (até 100) conforme os inimigos mortos, os objectivos atingidos e a posição em que se encontra no esquadrão. Se o jogador atingir ou matar um aliado ou se for um mau líder pode perder pontos de honra.

Após o treino básico o jogador pode fazer vários cursos, como o de médico ou o de sniper. Para desbloquear novos mapas é necessário ter esses cursos. Os treinos variam de manuseamento de armas, carros e pulos de pára-quedas.

Uma diferença dos demais jogos do gênero é que em AA o jogador precisa possuir habilidades e técnicas de invasão e escape, onde correr atirando pode não ser uma boa opção. O jogo leva o jogador a um nível maior de realismo e cooperativismo entre os jogadores tornando-o um game realmente de equipe.

Servidores[editar | editar código-fonte]

Os servidores estão divididos em duas categorias: oficiais ou pessoais. Assim, os servidores oficiais são da responsabilidade do exército dos Estados Unidos. Isso faz com que estes sejam mais estáveis, mas também mais propícios à ação de trapaças (cheaters) ou propagandas (spammers).

Os servidores pessoais pertencem na maioria das vezes a clans. Estes servidores têm regras, e por isso os jogadores não são tão incomodados pelos outros. Contudo os servidores pessoais são mais instáveis e pouco democráticos (o administrador pode expulsar um jogador só para dar espaço a um amigo ou membro do clan).

Referências

  1. Army Drops Mac Version of America’s Army mentions Linux version
  2. Kennedy, Brian. "Uncle Sam Wants You (To Play This Game)", New York Times, 2002-07-11. Página visitada em 2008-10-28.
  3. McLeroy, Carrie. (September 2008). "History of Military Gaming" (pdf). Soldiers Magazine: 4–6.
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre America's Army