Amigos da Humanidade

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Os Amigos da Humanidade são um grupo extremista ficcional, presentes nas histórias em quadrinhos do Universo Marvel, publicadas pela Marvel Comics.

Fundados e liderados por Graydon Creed, os Amigos da Humanidade são um grupo extremista, constituído por humanos que vêem os mutantes como seres a serem eliminados do planeta. Atuando de maneira covarde, através de linchamentos e depredações, o grupo é formado em sua maioria por jovens brancos, de compleição atlética, que transferem todos os seus medos e frustrações para a "praga mutante".

Tendo atuado como um dos principais incitadores à histeria anti-mutante, o grupo ganhou forças após o assassinato de Graydon Creed, então candidato à presidência dos E.U.A., chegando até mesmo conquistar a simpatia do grande público, cada vez mais amedrontado por crises como a do Massacre. Porém, após o fracasso da Operação: Tolerância Zero o grupo acabo perdendo forças, se resumindo a extremistas isolados.

Uma clara alusão aos Skinheads, o grupo é sempre mostrado como um refúgio para pessoas desequilibradas, sem instrução ou discernimento, tendo no extremismo e preconceitos suas fundações.