Amilcare Ponchielli

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Amilcare Ponchielli
Monumento em marmore dedicado ao mestre Ponchielli nos Jardins Públicos João Paulo II, em Cremona.

Amilcare Ponchielli (Paderno Fasolaro, 31 de agosto de 1834  — Paderno Fasolaro, 17 de janeiro de 1886) foi um compositor italiano, basicamente de óperas.

Nascido num pequeno vilarejo próximo a Cremona, Ponchielli ganhou aos nove anos uma bolsa de estudos para estudar música no Conservatório de Milão, escrevendo sua primeira sinfonia quando tinha dez anos.

Dois anos depois de deixar o conservatório, ele escreveu sua primeira ópera -- baseada no grande livro de Alessandro Manzoni I promessi sposi -- e foi um compositor de ópera que, eventualmente, encontrou a fama.

Óperas[editar | editar código-fonte]

  • Il sindaco babbeo, 1881 (um projeto de estudante)
  • I promessi sposi, Cremona 1856. Ignorado pela imprensa.
  • Bertrando del Bornio, 1858 (agendado para Turim mas não executado)
  • La Savoiarda, 1861; revisada como Lina, 1877
  • Roderico, re dei Goti, 1863
  • I promessi sposi, Milão (T. Dal Verme) 1872. Sucesso como uma versão revisada.
  • Il parlatore eterno, 1873 (um monólogo para barítono)
  • I Lituani, 1874; revisada, 1875
  • La Gioconda, Milão 1876; Criada por Julian Gayarre; versões revisadas 1876 and 1880. A parte mais conhecida desta ópera é a "Dança das Horas", um curto balé romântico.
  • Il figliuol prodigo, Milan 1880. Criada por Francesco Tamagno
  • Marion Delorme, Milão 1885; Criada por Francesco Tamagno; revisada Brescia, 1885.
  • I Mori di Valenza (deixada imcompleta; finalizada por Arturo Cadore e estreada em Monte Carlo Mar. 17, 1914); Criada por Giovanni Martinelli

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Wikiquote
O Wikiquote possui citações de ou sobre: Amilcare Ponchielli


Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.