Amleto Giovanni Cicognani

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Amleto Giovanni Cicognani
Cardeal da Santa Igreja Romana
Decano do colégio dos cardeais

Título

Cardeal-bispo de Frascati e Óstia
Ordenação e Nomeação
Ordenação Presbiteral 23 de setembro de 1905
Nomeado Arcebispo 23 de abril de 1933, como arcebispo-titular de Laodicea in Phrygia
Cardinalato
Criação 15 de dezembro de 1958 pelo Papa João XXIII
Brasão
CoA Cardinal Cicognani.svg
Lema VIGILAT NEC FATISCIT
Dados Pessoais
Nascimento Itália Brisighella, 24 de fevereiro de 1883
Falecimento Vaticano, em 17 de dezembro de 1973 (90 anos)
Cardeais
Categoria:Hierarquia católica
Projeto Catolicismo

Amleto Giovanni Cicognani (Brisighella, 24 de fevereiro de 1883 - Vaticano, 17 de dezembro de 1973) foi um cardeal italiano, secretário de Estado do Vaticano e deão do colégio dos cardeais.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Nascido em Brisighella, era o segundo de sete filhos, sendo o primogênito Gaetano Cicognani, também futuro cardeal. Estudou no seminário de Faenza, onde foi ordenado padre em 23 de setembro de 1905. Depois de sua ordenação, concluiu seus estudos no Ateneu Pontifício Romano "Santo Apolinário", em Roma, em teologia, filosofia e direito canônico.

Foi nomeado prelado doméstico de Sua Santidade em 19 de maio de 1923. Em 1924, foi nomeado visitador apostólico para os Estados Unidos, para examinar se aos padres Scalabrinianos deveria ser confiado um programa mais abrangente para assistência espiritual aos imigrantes, recomendando que os padres fossem incentivados a ampliar seu trabalho na América do Norte. Fez o mesma recomendação para a América do Sul, após visitar os padres Scalabrinianos no Brasil em 1926. Trabalhou na pastoral da diocese de Roma entre 1926 e 1932; capelão dos estudantes da Universidade de Roma, tendo como seu assistente o padre Giovanni Battista Montini, futuro Papa Paulo VI, com quem manteve uma amizade duradoura. Em 1933, foi nomeado delegado apostólico para os Estados Unidos.

Prelazia[editar | editar código-fonte]

Arcebispado[editar | editar código-fonte]

Com a nomeação como delegado apostólico, foi consagrado arcebispo-titular de Laodicea in Phrygia, pelo cardeal Raffaele Carlo Rossi, O.C.D. Durante sua estadia, o número de bispos nos Estados Unidos subiu de 118 para 213. Ficou até 1958, quando foi criado cardeal e nomeado secretário da Sagrada Congregação para a Igreja Oriental.

Cardinalato[editar | editar código-fonte]

Foi criado cardeal pelo Papa João XXIII, com o título cardinalício de São Clemente, sendo-lhe imposto o barrete cardinalício em 18 de dezembro de 1958. Em 1961, foi nomeado para vários cargos, acumulando a de secretário de Estado do Vaticano, presidente da Administração do Patrimônio da Sé Apostólica, presidente da Pontifícia Comissão para o Estado da Cidade do Vaticano e cardeal-protetor da Pontifícia Academia Eclesiástica. Participou do Concílio Vaticano II, entre 1962 e 1965. Em 23 de maio de 1962, foi nomeado cardeal-bispo de Frascati. Participou do Conclave de 1963, que elegeu Giovanni Battista Montini como Papa Paulo VI. Retirou-se dos vários cargos em 1969. Em 1972, foi confirmado como deão do colégio dos cardeais, acumulando o título de cardeal-bispo de Óstia.

Veio a falecer em 17 de dezembro de 1973, vítima de insuficiência cardíaca. Jaz sepultado na Basílica de São Clemente, em Roma.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Precedido por
Sébastien Herscher
Brasão episcopal
arcebispo-titular de Laodicea in Phrygia

19331958
Sucedido por
Émile André Jean-Marie Maury
Precedido por
Pietro Fumasoni Biondi
Flag of the Vatican City.svg
Delegado apostólico nos Estados Unidos

19331958
Sucedido por
Egidio Vagnozzi
Precedido por
Jan de Jong
Cardeal
Cardeal-presbítero de São Clemente

19581962
Sucedido por
Lawrence Joseph Shehan
Precedido por
Eugène Tisserant
Coat of arms of the Vatican City.svg
Secretário da Sagrada Congregação para a Igreja Oriental

19591961
Sucedido por
Gabriel Acacius Coussa
Precedido por
Domenico Tardini
Flag of the Vatican City.svg
Cardeal secretário de Estado do Vaticano

19611969
Sucedido por
Jean-Marie Villot
Precedido por
-
Coat of arms of the Vatican City.svg
Presidente da Administração do Patrimônio da Sé Apostólica

19681969
Sucedido por
Jean-Marie Villot
Precedido por
Nicola Canali
Coat of arms of the Vatican City.svg
Presidente da Pontifícia Comissão para o Estado da Cidade do Vaticano

19611969
Sucedido por
Jean-Marie Villot
Precedido por
Domenico Tardini
Cardeal
Cardeal-protetor da Pontifícia Academia Eclesiástica

19611969
Sucedido por
Jean-Marie Villot
Precedido por
Gaetano Cicognani
Brasão arquiepiscopal
Cardeal-bispo de Frascati

19621972
Sucedido por
Jean-Marie Villot
Precedido por:
Eugène Tisserant
Brasão arquiepiscopal
Cardeal-bispo de Óstia

19721973
Sucedido por:
Luigi Traglia
Decano do colégio dos cardeais
19721973