Amplitude

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Som
Ondas
Onda sonora
Perfil de onda
Amplitude
Fase
Frente de onda
Frequência fundamental
Harmônica
Banda
Frequência
Hertz
Altura tonal
Oitava
Velocidade do som
Efeito Doppler

Amplitude é uma medida escalar negativa e positiva da magnitude de oscilação de uma onda.

A distância Y, é a amplitude da onda, também conhecida como "pico de amplitude" para distinguir de outro conceito de amplitude, usado especialmente em engenharia elétrica: root mean square amplitude (ou amplitude rms), definida como a raiz quadrada da média temporal da distância vertical entre o gráfico e o eixo horizontal. O uso de "pico de amplitude" não é ambíguo para ondas simétricas e periódicas como senóides, onda quadrada e onda triangular. Para ondas sem simetria, como por exemplo pulsos periódicos em uma direção, o termo "pico de amplitude" torna-se ambíguo pois o valor obtido é diferente dependendo se o máximo valor positivo é medido em relação à média, se o máximo valor negativo é medido em relação à média ou se o máximo sinal positivo é medido em relação ao máximo sinal negativo e dividido por dois. Para ondas complexas, especialmente sinais sem repetição tais como ruído, a amplitude rms é usada frequentemente porque não tem essa ambiguidade e também porque tem um sentido físico. Por exemplo, a potência transmitida por uma onda acústica ou eletromagnética ou por um sinal elétrico é proporcional à raiz quadrada da amplitude rms (e em geral, não tem essa relação com a raiz do pico de amplitude)

Representação gráfica de uma onda
Amplitude de um movimento pendular

A seguinte equação será adotada para formalizar amplitude:

y = A \cdot \sin(t - K) + b

A é a amplitude da onda.

A unidade utilizada para a medida depende do tipo da onda. Por exemplo, a amplitude de ondas de som e sinais de áudio costumam ser expressas em decibéis (dB). A amplitude depende do instante em que a onda é observada, já que sua propagação em meios materiais é acompanhada de amortecimento, devido à transferência de energia para o meio. 1

A amplitude de uma onda pode ser constante ou variar com o tempo. Variações de amplitude são a base para modulações AM.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. GREF (Grupo de Relaboração do Estudo da Física). Física 2: Fí­sica Térmica e Óptica Vol. 2. [S.l.]: EdUSP, 2000. ISBN 9788531400254