Anéis de Armazenagem a Intersecções

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Text document with red question mark.svg
Este artigo ou secção contém uma ou mais fontes no fim do texto, mas nenhuma é citada no corpo do artigo, o que compromete a confiabilidade das informações. (desde setembro de 2011)
Por favor, melhore este artigo introduzindo notas de rodapé citando as fontes, inserindo-as no corpo do texto quando necessário.

O Intersecting Storage Rings (ISR), em português: Anéis de Armazenagem a Intersecções, era um acelerador de partículas do CERN. Foi o primeiro colisionador mundial de hadrão, e funcionou entre 1971 e 1984, com uma energia máxima de 62 GeV.

Desde início, o colisionador tinha a capacidade de produzir partículas como o J/ψ e o Mesão upsilon (ϒ); contudo as experiências do detector de partículas não estavam configuradas par observar eventos com grande de momento linear transversal à linha do feixe, deixando estas descobertas para serem feitas noutras experiências a partir de meados dos anos 70. No entanto, a construção do ISR implicou muitos avanços técnicos nos aceleradores de partículas, incluindo o primeiro uso do arrefecimento estocástico, e manteve o recorde de luminosidade de um colisionador de hadrões que só foi ultrapassado em 2004 pelo Tevatron no Fermilab nos EUA.

Referências[editar | editar código-fonte]

(1) antes que o LEP dê lugar ao que é hoje o LHC