An-Najm

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
An-Najm
سورة النجم
Classificação : Makkan
Significado do nome A Estrela
Número da sura 53
Estatísticas
Número de versos 62


An-Najm "A Estrela" (do árabe: سورة النجم) é a quinquagésima terceira sura do Alcorão e tem 62 ayats.[1]

Análise dos ayats 1 à 12[editar | editar código-fonte]

Os primeiros dezoito versos desta sura são considerados com uma das primeiras revelações do Alcorão. Estes versos alegam a legitimidade das visões proféticas de Maomé. A sura se inicia com uma voz divina jurando que uma estrela, referência à Maomé, que está em "vossa companhia", não veio para o mal, e não falará mediante seus desejos. A passagem termina com a arfimação da validade das visões que se vêem do coração do profeta "que não mente naquilo que viu."[2]

Referências

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre Alcorão é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.