Ana de Médici

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Broom icon.svg
As referências deste artigo necessitam de formatação (desde maio de 2013).
Por favor, utilize fontes apropriadas contendo referência ao título, autor, data e fonte de publicação do trabalho para que o artigo permaneça verificável no futuro.
Ana de Médici
Princesa da Toscana
Governo
Casa Real Casa Grã-ducal da Toscana
Dinastia Médici
Vida
Nascimento 31 de Dezembro de 1569
Morte 31 de dezembro de 1569 (-15 anos)
Pai Francisco I de Médici
Mãe Joana de Habsburgo

Ana de Médici, em italiano Anna de' Medici (Florença, 31 de dezembro de 1569 - 19 de fevereiro de 1584). Nobre italiana, foi a terceira filha do Grão-duque da Toscana Francisco I de Médici, filho de Cosme I, e da Arquiduquesa austriaca Joana de Habsburgo, filha do imperador Fernando I e de Ana de Bohemia e Hungría.

Vida[editar | editar código-fonte]

Ana teve duas irmãs que sobreviveram à infância: Leonor, Duquesa de Mântua e Maria de Médici, rainha de França.

O pai, Francisco, tinha-a prometido a Carlos II de Áustria, filho de Fernando II da Áustria, um irmão de sua mãe, e um retrato de Ana foi enviado para o Arquiduque.[1] O pai de Ana até chegou a pedir autorização em 1579 para o casamento a Filipe II de Espanha[2] que, formalmente, era suzerano do Grão-ducado por lhe ter cedido Siena. Contudo, as negociações não foram bem sucedidas, e Francisco tentou novos casamentos para Ana, entre os quais se conta Carlos Emanuel I de Saboia. Mais uma vez as negociações não foram conclusivas.

Ana acabou por adoecer e, em 19 de fevereiro de 1584, a irmã Leonor enviou uma carta ao pai, a pedido de Ana, pedindo que este a visitasse antes dela morrer. Ana morreu nesse mesmo dia[3] , com apenas 14 anos.

Ícone de esboço Este artigo sobre História da Itália é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.


Referências