Anais irlandeses

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Uma série de anais irlandeses foram compilados até e logo após o final da Irlanda gaélica no século XVII.

Os anais eram originalmente um meio pelo qual os monges determinavam a cronologia anual das cerimônias, festas e solenidades religiosas. Ao longo do tempo, os óbitos de padres, bispos e abades foram adicionados, juntamente com o de notáveis ​​acontecimentos políticos.

Os modelos não irlandeses incluem a Chronica maiora de Beda, a Chronicle of Marcellinus e o Liber Pontificalis.[1]

Cronologia[editar | editar código-fonte]

As origens da compilação analística podem ser consideradas como as dos primeiros registros ocasionais de notas e eventos em espaços em branco entre o latercus, ou seja, a tabela de Páscoa de 84 anos, adotada do escritor gaulês Sulpício Severo (morto ca. 423).[1]

Existente[editar | editar código-fonte]

Cópias manuscritas dos anais existentes incluem as seguintes:

Outras fontes[editar | editar código-fonte]

Outros que contêm material analístico são:

Muitos desses anais foram traduzidos e publicados ou pela Escola de Estudos Celtas, do Dublin Institute for Advanced Studies, ou pela Irish Texts Society. Além disso, muitos dos textos estão disponíveis na internet no Corpus of Electronic Texts (CELT Project) disponibilizado pelo Departamento de História da Universidade College Cork, da Universidade Nacional da Irlanda. (Veja as ligações externas abaixo)

O famoso tratado épico político Cogad Gáedel re Gallaib também contém uma grande quantidade de material analístico da Era Viking na Irlanda, que não é encontrado em nenhuma outra fonte existente. Muito deles tirados das mesmas fontes ancestrais dos Anais de Inisfallen, que chegaram até nós abreviados e lacunose.

Anais perdidos[editar | editar código-fonte]

Entre os anais que existiram mais foram perdidos estão:

  • Anais da Ilha dos Santos
  • Anais de Maolconary
  • Livro de Cuanu
  • Livro de Dub-da-leithe
  • Livro dos Monges
  • Leabhar Airis Cloinne Fir Bhisigh
  • Leabhar Airisen
  • Leabhar Airisen Ghiolla Iosa Mhec Fhirbhisigh
  • Sincronismos de Flann Mainstreach
  • Crônica da Irlanda

Anais modernos[editar | editar código-fonte]

Notas

  1. a b Ó Corráin, "annals, Irish", p. 69.

Referências

  • Ó Corráin, Donnchadh (2006). "Annals, Irish". Em John T. Koch. Celtic Culture. A Historical Encyclopedia. 5 volumes. Santa Barbara, Denver e Oxford: ABC Clio. pp. 69-75.
  • The Medieval Irish Annals, Gearoid Mac Niocaill, Medieval Irish History Series, 3, Dublin, 1975
  • The earliest Irish annals, Alfred P. Smyth, Proceedings of the Royal Irish Academy, # 70, 1972, pp. 1–48.
  • Astronomical observations in the Irish annals and their motivation, Aidan Breen and Daniel McCarthy, Peritia 1997, pp. 1–43
  • The chronology of the Irish annals, Daniel P. McCarthy, PRIA 98, 1998, pp. 203–55
  • The status of the pre-Patrician Irish annals, Daniel P. McCarthy, Peritia 12, 1998, pp. 98–152.
  • The Historicity of the Early Irish Annals:Heritage and Content, Patrick C. Griffin, 2001.
  • The chronological apparatus of the Annals of Ulster A.D. 82-1019, Daniel McCarthy, in Peritia 16, 2002, pp. 256–83
  • The original compilation of the Annals of Ulster, Daniel McCarthy, em Studia Celtica 2004, pp. 69–96.
  • The Annals of the Four Masters:Irish history, kingship and society in the early seventeenth century, Bernadette Cunningham, Four Courts Press, Dublin, maio de 2010. ISBN:

978-1-84682-203-2

Ligações externas[editar | editar código-fonte]