Anal Cunt

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde Novembro de 2008).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Anal Cunt
Informação geral
Origem Newton, Massachusetts
País  Estados Unidos
Gênero(s) Grindcore
Noisecore
Noisegrind
Metal Extremo
Período em atividade 19881990
19912001
20032011
Gravadora(s) Relapse Records
Earache Records
Psychomania Records
Devour
Conquest
Menace to Sobriety
Wicked Sick
Limited Appeal
Patac
Integrantes
Seth Putnam (falecido)
Tim Morse
Josh Martin
Fred Ordonez
Paul Kraynak
Scott Hull
John Kozik
John Gillis
Nate Linehan
Mike Mahan
Nicky Smirk

Anal Cunt foi uma banda de grindcore/noisecore formada em março de 1988.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Temática[editar | editar código-fonte]

Além de insultos direcionados a ex-membros, o Anal Cunt abordava temas como homofobia, racismo e críticas contundentes ao heavy metal nas suas letras, buscando irritar os politicamente corretos de todas as formas.

Inicialmente a banda se resumia a um noisecore com letras irônicas diversas, mas a partir da segunda metade da década de 90, Seth Putnam e o Anal Cunt iniciaram uma escalada de agressão buscando cada vez mais a impolidez. Num primeiro momento a ideia era ofender todos aleatoriamente, incluindo fãs e a própria banda. Com o esgotamento do tema e buscando ainda mais agressão gratuita, surgiram canções como "Hitler Was a Sensitive Man", entre outras com conteúdo misógino, humor negro, especialmente quanto ao infortúnio alheio, e ofendendo outras bandas.

Ao mesmo tempo, a banda mudou um pouco o direcionamento do som, que antes tendia para o noisecore e começou a demonstrar uma tendencia para o hardcore e grindcore.

Também faz sátiras a músicas relacionadas á outros estilos musicais como "I Don't Wanna Dance" (originalmente de James Brown), "American Woman" (da banda The Guess Who), "Gloves of Metal" (original do grupo de heavy metal Manowar) e uma versão para "Staying Alive", do grupo de disco music Bee Gees com o subtitulo "traditional Oi! version".

Morte de Seth Putnam[editar | editar código-fonte]

Seth Putnam foi encontrado morto vitima de ataque cardiaco no dia 11 de junho de 2011 dando fim à banda.

Ex-membros[editar | editar código-fonte]

  • Josh Martin
  • John Gillis
  • Seth Putnam (falecido) - vocais (1988 - 2011)
  • Mike Mahan - guitarra (1988 - 1991)
  • Tim Morse - bateria (1988 - 1997)
  • Fred Ordonez - guitarra (1991 - 1992; 1992 - 1993)
  • John Kozik - guitarra (1992 - 1997)
  • Paul Kraynak - guitarra (1993 - 1996)
  • Phil Anselmo - participação em 40 More Reasons to Hate Us
  • Scott Hull - guitarra (1996)
  • Nate Linehan - bateria (1997 - 1999)

Discografia[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Flag of the United States.svgGuitarra masc.png Este artigo sobre uma banda ou grupo musical dos Estados Unidos, é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.