Anastácio I de Antioquia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Santo Anastácio de Antioquia
Patriarca grego ortodoxo de Antioquia, Mártir
Nascimento  ? em ?
Morte 599 d.C. em Antioquia
Veneração por Igreja Católica; Igreja Ortodoxa
Festa litúrgica 21 de abril
Gloriole.svg Portal dos Santos

Anastácio I de Antioquia, dito Sinaíta, foi o patriarca grego ortodoxo de Antioquia por duas vezes: entre 561 e 571 e novamente entre 593 e 599 d.C.

Vida e obras[editar | editar código-fonte]

Anastácio era amigo do papa Gregório I e inimigo do imperador bizantino Justiniano I por criticar a doutrina dos aphthartodocetae, defendida por ele. Por conta disso, ele estava para ser deposto e exilado quando, inesperadamente, o imperador morreu. Porém, Justino II, seguindo o desejo de seu tio, executou o plano cinco anos depois, em 570 d.C., e outro bispo, Gregório de Antioquia, foi colocado no seu lugar. Anastácio só conseguiu retornar ao trono patriarcal com a morte de Gregório, em 593, graças ao apoio do papa Gregório, que intercedeu por ele junto ao imperador Maurício I e seu filho Teodósio.

A partir de algumas das cartas enviadas a ele por Gregório, acredita-se que ele não refutou com vigor suficiente a alegação do patriarca de Constantinopla de ser o bispo universal. Anastácio teria morrido em 598 e supostamente foi sucedido por um outro bispo de mesmo nome no ano seguinte e a quem se atribui a autoria da tradução da Regula Pastoralis de Gregório. Este segundo Anastácio teria sido assassinado numa revolta entre os judeus.[1] Porém, Nicéforo, em sua História Eclesiástica (XVIII, xliv) afirma que ambos são a mesma pessoa.

A mesma dificuldade aparece quando se tenta descobrir o autor da obra Sermones de orthodoxâ fide, com alguns atribuindo-a ao segundo Anastácio e outros alegando que só teria existido um bispo com este nome.

Referências

  1. Lazare, Bernard. Antisemitism: Its History and Causes (em inglês). Nova Iorque: International Library, 1903. p. 77.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]