Anasyrma

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Anasyrma para assustar o demônio (ilustração de Charles Eisen para Le Diable de Papefiguière de Jean de La Fontaine).

Anasyrma (ou Anasirma) é um termo grego que refere-se ao ato de levantar as vestes e mostrar desnudamente a genitália ou as nádegas.[1] É um gesto hoje relacionado com o exibicionismo. No passado apareceu em alguns rituais e na arte antiga representando ligações com os tempos modernos. Não tem intuito de causar excitação sexual, mas só para fazer chocar o espectador.[1] Em algumas danças religiosas e ritos de iniciação aparecia o anasyrma, também relacionado com Afrodite, Deméter, Ártemis e Hermafrodito.[1]
A psicologia moderna, no entanto, considera esta pratica parte do transtorno parafilico do exibicionismo.

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. a b c MOORE, Thomas. A alma do sexo. Tradução de Clara Fernandes. Rio de Janeiro: Ediouro, 1999