Anat

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Anat ou Anta era uma deusa semítica do oeste.

Anat na mitologia egípcia[editar | editar código-fonte]

Na mitologia egípcia Anat era representada como uma mulher, tendo na cabeça a coroa do Alto Egipto com duas penas de avestruz; traz uma clava numa das mãos e, na outra, uma lança e um escudo.

Sabe-se que o seu culto existiu no Antigo Egipto desde o Império Médio. Durante o Segundo Período Intermediário, época na qual o Egipto caiu nas mãos de povos do Médio Oriente, os Hicsos, esta divindade tornou-se muito popular entre os reis hicsos. Mais tarde, os Ramésidas introduziram-na oficialmente no panteão.

Ícone de esboço Este artigo sobre mitologia egípcia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.


Ver também[editar | editar código-fonte]